Brasileirão, Esportes

Corinthians deve ter zaga reserva contra a Chapecoense

Corinthians deve ter zaga reserva contra a Chape
Léo Santos tem atuado com frequência neste ano. Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Folhapress

O Corinthians deve encarar a Chapecoense, no domingo (12), em Chapecó, com uma dupla de zaga totalmente reserva. Com Pedro Henrique suspenso e Henrique com do­res musculares, Léo Santos e Marllon são os cotados para compor a linha de defesa.

Prata da casa, Léo Santos, 19 anos, tem atuado com frequência sob o comando do técnico Osmar Loss, mas algumas vezes foi improvisado como volante. Isso ocorreu na parte final dos duelos com Vasco e Atlético-PR, pelo Bra­silei­rão, e no jogo contra o Co­lo-Colo, pela Libertadores.

Em sua posição de origem, Léo Santos foi titular contra o Cruzeiro ao lado de Henrique.

Marllon, por sua vez, sequer estreou em partidas oficiais pelo Corinthians. O jogador de 26 anos, que disputou o último Nacional pela Ponte Preta, atuou apenas por 45 minutos no amistoso com o Grêmio, durante a pausa nas competições devido à Copa do Mundo da Rússia.

A escalação da dupla, contudo, ainda não está confirmada. Loss explicou após a derrota para o Colo-Colo, na quarta-feira, que a saída de Henrique nos minutos finais da partida foi por precaução.

“Fizemos uma substitui­ção preventiva, pois Henrique sentiu um desconforto. Iríamos colocar o Mateus Vital, mas fizemos a mudança por uma questão de segurança, para não correr o risco de, faltando cinco minutos, o Henrique ter uma lesão. Vamos analisar isso ainda”, afirmou.

O desconforto citado por Loss ocorre em uma das coxas do zagueiro. “Começou a fisgar um pouco o posterior da coxa. Como estava no final do jogo, era melhor dar uma segurada”, disse Henrique.

De qualquer forma, o mais provável é que, mesmo se uma contusão não for detectada, o zagueiro seja poupado do jogo contra a Chape. O atleta de 31 anos vem de uma maratona.

O duelo com o time chile­no foi o 42º seguido de Henrique nesta temporada. Desde que foi contratado e assumiu a condição de titular do alvine­gra, não perdeu um jogo sequer por contusão ou suspensão.

O volante Douglas deixou a partida contra o Colo-Colo com um trauma no pé direito, deixou Santiago com o apoio de muletas e não deve enfrentar a Chape.

 

Torcedores fazem clube desistir de jogador acusado de agressão

O Corinthians desistiu on­tem (9) da contratação do atacante Juninho, 19 anos, do Sport. O jogador seria integrado à categoria de base do clube, mas a repercussão negativa fez o clube paulista desfazer o acordo verbal que tinha com os representantes do atleta.

O atleta já estava em São Paulo quando o alvinegro fez o anúncio da desistência.

Juninho responde desde novembro do ano passado a um processo por violência doméstica, injúria e ameaça, movido por uma ex-namorada. Além disso, carrega histórico de indisciplina pelos clubes por onde passou.

Em nota oficial, o presidente corintiano, Andrés Sanchez, afirmou que a intenção do clube ao negociar a contratação do atleta era ajudar na recuperação dele.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*