Copa do mundo, Esportes

São Paulo está perto de vender Cueva para clube da Rússia

São Paulo está perto de vender Cueva para clube da Rússia
Cueva colecionou vários episódios de indisciplina no Tricolor. Foto: Rubens Chiri/SPFC

As atuações de Christian Cueva podem não ter ajudado o Peru a passar da fase de grupos na Copa do Mundo, mas serviram para atrair o interesse de uma equipe da Rússia. O Krasnodar fez proposta de compra para o São Paulo e está muito perto de contratar o meia armador de 26 anos.

A operação deve girar em torno de € 10 milhões (cerca de R$ 45 milhões), incluindo o pagamento de bônus.

Os russos mantiveram conversas com o estafe de Cueva desde o final da participação peruana no Mundial. Um dos agentes estava na Rússia e fez reuniões com representantes do clube. Depois, apresentou os valores à diretoria do Tricolor e agora espera a assinatura da venda.

Outras equipes fizeram sondagem pelo camisa 10 são-paulino, que perdeu um pênalti, mas deu uma assistência na Copa. O Al-Wheda, do técnico Fabio Carille, e o Independiente, da Argentina, desistiram por não terem condições de chegar aos valores exigidos pelo clube do Morumbi.

O Orlando City, que tem crédito com o São Paulo pelo empréstimo de Kaká em 2014, chegou a entrar no pá­reo, mas depois desistiu.

FRUSTRAÇÃO

Na previsão mais oti­mista dos tricolores, a ideia era vender Cueva por cifras entre € 12 milhões e € 15 milhões. Para isso, era preciso um Mundial de alto nível na Rússia.

Cueva chegou ao São Paulo em junho de 2016, depois do pagamento de R$ 8,8 mi­lhões para tirá-lo do México, onde jogava pelo Toluca. Disputou 89 partidas, com 20 gols marcados e 20 assistências. Também acumulou uma série de episódios de indisciplina.

Além de Cueva, o São Paulo está perto de fechar o empréstimo de Júnior Tavares para a Sampdoria. O jogador já viajou para a Itália para resolver pendências, e agora os clubes precisam trocar documentos para consumar a negociação, que também renderá dinheiro ao clube do Morumbi.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*