Minha Cidade, Santo André, Sua região

S.André lança aplicativo durante 18º Festival de Paranapiacaba

S.André lança aplicativo durante 18º Festival de Paranapiacaba
Em 2017,o Festival recebeu 80 mil visitantes. Foto: Alex Cavanha/PSA

O Festival de Inverno de Paranapiacaba chega a 18º edição com uma novidade tecnológica: o lançamento de um aplicativo para smartphones com toda a programação do evento, possibilidade de agendamento de alarmes para as atividades e informações sobre a Vila. “Além de todas as atrações do festival, o app também terá dicas sobre as trilhas, hospedagem. Enfim, uma ferramenta que vai permanecer para que o visitante e o morador possam aproveitar”, destacou o prefeito Paulo Serra (PSDB), durante apresentação da programação, ontem (11).

O 18º FIP tem a missão audaciosa de superar o público do ano passado, quando foram recebidos 80 mil visitantes, o maior da história do evento. Repetindo a fórmula de 2017, a administração municipal apostou no talento de artistas locais, que vão se apresentar nos quatro dias com 188 intervenções, em mais de 15 pontos de atração por toda a vila histórica.

“É um evento bastante tradicional e que tem se mostrado um sucesso. No ano passado apostamos nesse modelo, valorizando os artistas locais, com instalações menores e mais baratas, fazendo da Vila de Paranapiacaba a grande atração do festival”, declarou Serra. “Receber 100 mil pessoas é o nosso sonho”, completou.

Além do APP, lançado para o festival, a vila também vai contar com sinal de internet wi-fi em diversos pontos, com capacidade de 100MBPs, sem limite para acessos simultâneos. “Vamos ter um serviço de envio de cartões postais, como muitos pontos turísticos fazem hoje, e as pessoas podem enviar fotos de Paranapiacaba pelo facebook da prefeitura até o dia 13 (sexta-feira) para que as melhores fotos ilustrem esses cartões”, completou o prefeito.

O prefeito Paulo Serra confirmou que para o próximo ano, as datas do FIP serão marcadas de modo a não coincidir com as datas do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires, que este ano acontece nos dias 20, 21 e 22, 27, 28 e 29 de julho e 03, 04 e 05 de agosto. “São eventos que não competem, temos muita programação durante o dia, mas para 2019 vamos montar um roteiro cultural para a região em julho”, declarou.

Houve aumento de 230% no número de inscrições de artistas interessados em se apresentar no evento, sendo que 44% dos selecionados são de Santo André. “Teremos uma programação bastante eclética, com rock, reggae, circo, teatro, com a participação de coletivos ocupando os espaços, privilegiando estruturas menores”, explicou a secretária de Cultura, Simone Zárate.

O Sesc Santo André terá atra­ções como trailer fotográfico e mediação de leitura, no Clube União Lyra-Serrano e nos arredores. Toda a programação pode ser conferida no site: http://www3.santoandre.sp.gov.br/fip/. A entrada é gratuita e o FIP acontece das 10h às 22h. Haverá arrecadação de alimentos não perecíveis para o banco de alimentos, mas a entrega é voluntária.

Administração andreense intensifica reparos estruturais na vila

Com a expectativa de receber até 100 mil pessoas nos quatro dias do 18º Festival de Inverno de Paranapiacaba, a prefeitura de Santo André informou que medidas de me­lhorias estruturais foram tomadas, como a revisão de todas as instalações elétricas da vila e serviços de manutenção geral nos imóveis.

Também haverá mais ônibus e vans disponíveis para fazer o translado entre o estacionamento (privado) e a vila. “Esse foi um pro­blema apontado no ano passado, especialmente na hora de ir embora, as pessoas esperaram muito para conseguir chegar ao estacionamento”, relatou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

A prefeitura solicitou à Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) reforço nos ônibus que partem de Rio Grande da Serra, mas não obteve retorno. O trem turístico, partindo da Estação Luz, estará disponível nos domingos 22 e 29. “Tentamos um diálogo com o governo do Estado, para que houvesse também nos sábados, ou mais viagens durante o dia, mas a concessão para a MRV prevê apenas transporte de carga, a cidade não tem qualquer gerência sobre as viagens”, lamentou o chefe do Exe­cutivo. As passagens para o Expresso Turístico podem ser compradas pelo site da CPTM: www.cptm.sp.gov.br.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*