Copa do mundo, Esportes

Espanha demite treinador que reergueu seleção para a Copa

Espanha demite treinador que reergueu seleção para a Copa
Hierro foi apresentado às pressas ontem por Luis Rubiales. Foto: Divulgação/RFEF

A dois dias da estreia na Copa do Mundo, a federação espanhola demitiu o técnico Julen Lopetegui ontem (13). O ex-zagueiro Fernando Hierro, 50 anos, foi anunciado como o substituto pelo presidente da entidade, Luis Rubiales.

A Espanha enfrenta Portugal amanhã, em Sochi.

Lopetegui parecia ter recolocado a equipe nos trilhos após os fracassos na Copa de 2014 e na Eurocopa de 2016. A Espanha é considerada pe­la imprensa internacional uma das favoritas ao título.

O presidente da entidade espanhola decidiu demitir Lopetegui após o treinador ser anunciado como novo comandante do Real Madrid. Os jogadores mais veteranos da seleção tentaram demover o cartola da medida. O técnico tinha contrato com a seleção até o final da Euro de 2020.

Sergio Ramos, Iniesta, Da­vid Silva, Gerard Piqué, Sergio Busquets e Pepe Reina conversaram com o dirigente e solicitaram que deixasse o orgulho de lado e não fizesse mudança tão importante na comissão técnica. O dirigente alega que Lopetegui aceitou a proposta do Real Madrid sem avisar a federação.

“A negociação é legítima, mas a forma é importante. A federação não sabia de nada e temos de passar uma mensagem para todos os funcionários”, disse Rubiales.

Apesar de dizer que não se sentia traído pelo treinador e de ter evitado críticas ao Real Madrid, a reação do presidente mostrou o tamanho da irritação com o anúncio sem o conhecimento dos cartolas.

“O que a seleção conseguir daqui por diante será também por causa de Lopetegui, mas a seleção é de todos os espanhóis”, completou.
Hierro já estava com a delegação em Krasnodar, onde ocorrem os treinos, porque ocupa o cargo de secretário de seleções.

Zagueiro histórico do futebol do país e ex-capitão do Real, Hierro fez 89 partidas pela Espanha e jogou os Mundiais de 1990, 1994, 1998 e 2002.

 

Deixe uma resposta