Brasileirão, Esportes

São Paulo assume vice-liderança, e Santos visita o Fluminense

S.Paulo bate Vitória e assume vice-liderança
Nenê comemora um de seus dois gols no Morumbi. Foto: Rubens Chiri/SPFC

O São Paulo vai dormir na vice-liderança do Campeonato Brasileiro após derrotar o Vitória em casa, ontem (12), por 3 a 0, pela 12ª rodada. O time paulista chega a 23 pontos, três a menos que o líder Flamengo, antes do término da rodada, hoje.

A única equipe que pode alcançar o São Paulo no último dia de jogos do Brasileiro antes da Copa do Mundo é o Atlético-MG, que encara o Ceará em casa. Se o Galo vencer o jogo, terá os mesmos 23 pontos do São Paulo, mas com uma vitória a mais.

O Flamengo poderá ampliar a vantagem para seis pontos se superar o Palmeiras em São Paulo hoje. O rubro-negro e o Tricolor se enfrentam na primeira rodada após a Copa, no dia 18 de julho, no Maracanã.

O meio-campista Nenê foi o destaque do São Paulo contra o Vitória, marcando aos 21 e 41 do primeiro tempo. O primeiro gol foi um belo chute de fora da área, após dominar a bola com precisão.

O segundo começou e terminou nos pés de Nenê, que tocou para Everton e recebeu de volta após rebote para finalizar para o gol.
Antes, aos 34, o meia Yago, do Vitória, havia sido expulso por falta em Nenê.

Everton marcou o terceiro aos 8 da etapa final, pegando de primeira após cruzamento desviado de Lucas Fernandes, que recebeu cartão vermelho por falta em Neilton aos 31.

Com a derrota no Morumbi, o Vitória segue na 15ª colocação do Brasileiro, com 12 pontos.

 

SÃO PAULO 3 X 0 VITÓRIA

Gols: Nenê, aos 21 e aos 41 do 1º tempo. Everton, aos 8 da 2ª etapa. Ár­bi­tro: Igor Junior Benevenuto (MG). Expulsões: Lucas Fernandes e Yago. Estádio: do Morumbi, em São Paulo, ontem à noite.

SÃO PAULO

Sidão; Araruna, Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo; Jucilei, Hudson, Lucas Fernandes, Nenê (Liziero), Everton (Caíque); Diego Souza (Brenner). Técnico: Diego Aguirre.

VITÓRIA

Elias; Cedric, Ramon, Bruno, Jeferson; Lucas Marques, Yago, Neilton, Rhayner (G. Costa), Wallyson (Rodrigo); André Lima (Lucas Fernandes). Técnico: Vagner Mancini.

 

Em crise, Santos visita o Fluminense no Rio

O Santos enfrenta o Fluminense hoje (13), às 19h, no Maracanã, pelo Brasileiro, tentando afastar uma crise. O atacante Rodrygo deixou a concentração após a diretoria santista não chegar a um acordo na negociação para sua venda ao Real Madrid.

Após perder para o Internacional na última rodada, o time tenta se distanciar da zona de rebaixamento, pois está no 16º lugar, com dez pontos.

A briga contra as últimas colocações vem sendo cons­tante para o Santos neste campeonato. Nas últimas seis rodadas, a equipe de Jair Ventura só somou quatro pontos.

Esse retrospecto ruim criou forte pressão sobre o treinador. Quando parecia o time estava em recuperação após a goleada sobre o Vitória e o empate contra o Corinthians, veio a derrota para o Inter na Vila Belmiro.

Para encarar o Fluminense, ainda não se sabe se Rodrygo será titular. Caso não possa atuar, Léo Cittadini entra no time titular, reforçando o meio-campo. O desfalque certo é Eduardo Sasha, que dará lugar a Bruno Henrique.

Na defesa, Lucas Veríssimo, quase vendido ao Lyon, está suspenso e cede vaga a Gustavo Henrique.

 

FLUMINENSE X SANTOS

Ár­bi­tro: Rafael Traci (PR). Estádio: do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 19h. TV: Sportv.

FLUMINENSE

Júlio César; Gum, Renato Chaves, Luan e Peres (Ibañez); Gilberto, Richard, Jadson, Douglas (Sornoza) e Ayrton Lucas; Pablo Dyego e Pedro. Técnico: Abel Braga.

SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz E Dodô; Diego Pituca, Renato, Cittadini (Rodrygo) e Jean Mota; Gabigol e B. Henrique (Rodrygo). Técnico: Jair Ventura.

 

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*