Mauá, Política-ABC, Sua região

Mauá vai realizar auditoria externa em contratos de esgoto

Mauá vai realizar auditoria  externa em contratos de esgoto
Segundo Lima, a Arsep não tem ferramentas para auditar contratos, mas vai contratar a empresa. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Mauá vai contratar uma empresa para auditar os contratos de coleta e tratamento de esgoto firmados com a empresa BRK Ambiental. De acordo com o secretário de Governo, Antônio Carlos de Lima, em um prazo de duas ou três semanas já deve haver definição de qual empresa fará a verificação. “Desde 2002 ou 2003, quando o serviço foi vendido, já passou por quatro empresa distintas. Queremos saber se o atual volume de tratamento de esgoto está no patamar que deveria após 15 anos de concessão, queremos saber sobre a execução de obras, um aferimento dos resultados”, declarou.

Apesar de mencionar a necessidade de contratar uma empresa externa para fazer a auditoria, Mauá conta com a Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep) cuja função é regular os serviços públicos, entre eles, o abaste­cimento de água e esgotamento sanitário. Em 2018, a previsão orçamentária da autarquia é de R$ 2,090 mi­lhões. “A Arsep não tem as ferramentas necessárias para esse trabalho, mas é quem vai contratar a empresa”, justificou Lima. Não existe previsão sobre quanto será gasto com a contratação.

Valores

Além de averiguar os resultados com a auditoria, a prefeitura também pretende discutir o valor cobrado pela concessionária dos munícipes pela coleta e tratamento de esgoto, que é maior do que o valor da tarifa de água.
A redução do esgoto foi prometida pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB) em fevereiro. O chefe do Executivo está preso desde o dia 10 de maio.

“Será um divisor de águas. Queremos discutir tudo isso e conferir o que vem sendo feito pela empresa na cidade”, concluiu. Questionada, a BRK informou, por meio de nota, que “está, como sempre esteve, à disposição do município para esclarecer as eventuais dúvidas sobre o contrato de concessão”.

Deixe uma resposta