Brasileirão, Esportes

Clube saudita formaliza proposta por Keno, mas Palmeiras não quer vendê-lo

Clube saudita formaliza proposta por Keno, mas Palmeiras não quer vendê-lo
Keno recusou a primeira oferta feita pelos sauditas. Foto: Bruno Riganti/Framephoto/Folhapress

O Al-Nassr, da Arábia Saudita, formalizou proposta pelo atacante Keno, do Palmeiras. O clube do Oriente Médio já demonstrava o interesse desde a semana passada, mas a oferta ainda não havia sido feita. Pessoas envolvidas no negócio afirmam que os árabes se dispuseram a pagar € 8 mi­lhões (cerca de R$ 35 milhões) pelo jogador de 28 anos.

Em princípio, o Palmeiras sustenta que não tem ne­nhuma intenção de vender Keno, que vinha sendo titular do técnico Ro­ger Machado até se lesionar contra o São Paulo, em 2 de junho. O atacante renovou contrato em janeiro e tem vínculo com o alviverde até 2021.

A renovação, aliás, aconteceu pouco depois da primeira investida frustrada do Al-Nassr. O time saudita tentou levar o jogador e acenou com oferta na casa dos € 6 mi­lhões, mas nem o Palmeiras nem o atleta se mostraram interessados e o negócio não andou no começo do ano.

Keno começou o ano como reserva, mas ganhou a titularidade de Willian ainda no início da temporada e vem sendo um dos destaques do time em 2018. Com uma lesão na coxa, o atacante só voltará a jogar depois da Copa do Mundo.

Final

O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo negou ontem (11) o recurso do Palmeiras o qual pedia que o órgão julgasse o pedido de impugnação da final do Campeonato Paulista contra o Corinthians. Por cinco votos a um, o TJD-SP decidiu manter a decisão monocrática do presidente Antônio Olim – que, em 4 de maio, alegou que o clube havia perdido o prazo legal para entrar com o pedido.

 

Deixe uma resposta