Esportes, Futebol

Sem Zeca, Santos aposta em Copete para ‘fazer dinheiro’

O Santos apostava tudo em Zeca para encher os cofres, mas recuou no pedido de € 7 milhões para os interessados e aceitou apenas o atacante Eduardo Sasha em uma troca com o Internacional. Sem o campeão olímpico para “fazer” dinheiro, a diretoria santista agora aposta em outro jogador: o ata­cante Jonathan Copete.

A cúpula alvinegra acredita que pode negociar o colombiano por cerca de € 5 milhões (R$ 21 milhões). A direção alega que o presidente Modesto Roma recebeu proposta de € 7 milhões (R$ 29 milhões), mas a recusou no ano passado.

Copete custou aos cofres do Santos cerca de R$ 5 milhões. O colombiano foi contratado do Atlético Nacional em 2016 e assinou contrato com o clube paulista até 2020.

A diretoria santista alega nos bastidores que dois grandes clubes do futebol brasileiro fizeram recentemente sondagens pelo jogador. Tanto Copete, quanto o Santos, aguardam propostas oficiais.

O atacante colombiano estava valorizado no início da temporada ao ponto do Santos receber duas propostas pelo jogador: Atlético Nacional, da Colômbia, ex-clube do atleta, e Atlético-MG. No entanto, a diretoria recusou as duas ofertas, pois Copete estava nos planos do técnico Jair Ventura e, inclusive, iniciou a temporada como titular.

O colombiano atuou em dez jogos sob o comando de Jair Ventura. Até a estreia do time na Copa Libertadores diante do Real Garcilaso, Copete era titular absoluto.

Porém, agora Copete não atua há seis jogos. A última partida ocorreu no dia 11 de março, quando o Santos perdeu para o São Bento por 3 a 1, na Vila. O atacante foi bastante vaiado pela torcida na ocasião.

Copete não assimilou a “perseguição” dos torcedores e, inclusive, chegou a pedir para o técnico não escalá-lo por alguns jogos e até para ser negociado.

Deixe uma resposta