Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Obras do Hospital de Urgência de São Bernardo chegam a 36% de execução

Obras do Hospital de Urgência chegam a 36% de execução
Morando vistoriou o equipamento de Saúde, que vai substituir o Hospital Pronto Socorro Central. Foto: Omar Matsumoto/PMSBC

Em ritmo acelerado, a construção do futuro Hospital de Urgência (HU) de São Bernardo, situado no Centro da cidade, chegou ao sexto pavimento e 36% das obras concluídas. Em vistoria, o prefeito Orlando Morando (PSDB) considerou o resultado satisfatório, salientando que o projeto foi deixado paralisado pela antiga gestão, com apenas 0,5% realizado.

O novo equipamento de Saúde vai substituir o Hospital Pronto Socorro Central (HPSC) e disponibilizar o dobro da capacidade de atendimentos. “Hoje, o Pronto Socorro da cidade possui 152 leitos, quando o HU estiver funcionando, teremos 250. Ou seja, com isso iremos atender melhor os pacientes, oferecendo muito conforto e respeito”, explicou o prefeito.

Acompanhado do secretário de Saúde, Geraldo Reple, e do coordenador Geral da Unidade de Gestão e Projeto (UGP), Luiz Beber, o chefe do Executivo vistoriou todos os andares da construção e também esclareceu que além de melhorar a saúde de São Bernardo, a cidade está oferecendo mais oportunidades de emprego à população.

“Atualmente, temos 180 funcionários atuando na construção do Hospital de Urgência e vamos chegar a 240 trabalhando indiretamente. Quando essa unidade estiver em pleno funcionamento, teremos 1.500 profissionais da saúde atuando nesse prédio. Estamos gerando novos empregos para a nossa cidade e novos oportunidades para a população”, salientou Morando.

Atendimento

Geraldo Reple destacou o empenho da gestão em oferecer melhor atendimento aos pacientes. “Estamos montando um novo hospital para a cidade. Esse novo espaço vai oferecer um atendimento com conforto, qualidade e segurança. Essa será uma unidade completa, com consultórios, salas de cirurgia, salas de atendimento, entre outras. Estamos trabalhando para melhorar a saúde da cidade e a agilidade em que essa construção está sendo realizada, mostra que estamos no caminho certo”, disse.

Além do baixo índice de execução dos serviços, a atual gestão da Prefeitura de São Bernardo se deparou com diversos problemas no projeto, o que obrigou a paralisação por três meses. Sanadas as irregularidades, a construção foi retomada em ritmo acelerado.

O prazo do término das obras do Hospital de Urgência é em 2019 e o início do atendimento será em 2020. Até o momento foram utilizados R$ 38 milhões dos R$ 107,5 milhões que estão previstos para a despesa até a finalização do projeto.

Deixe uma resposta