Uncategorized

Desocupação na cracolândia deve ser concluída nesta semana

Foram cumpridos nesta segunda (16) seis mandados de reintegração de posse na região da cracolândia, no centro de São Paulo. No local, que fica entre os quarteirões das alamedas Glete, Barão de Piracicaba, largo Coração de Jesus e avenida Rio Branco, o governo do estado pretende construir uma nova unidade do hospital Pérola Byington. Dos 163 endereços, ainda restam três ocupados. A reintegração, segundo a Secretaria da Habitação, deve acontecer até sexta (20).

Neste domingo (15), moradores deixaram o local de forma voluntária. Alguns imóveis foram lacrados na última semana e, conforme as famílias concordavam em retirar seus pertences, funcionários do estado fechavam os imóveis com blocos de concreto. Os moradores que se cadastraram junto à prefeitura terão direito a auxílio-moradia de R$ 1.200 no primeiro mês e de R$ 400 nos meses seguintes.

Para ao menos 55 famílias o benefício ainda não foi liberado, mas a secretaria afirma que sairá em breve, assim que os trâmites burocráticos forem finalizados. De acordo com o governo, os moradores despejados deverão posteriormente ser realocados em unidades habitacionais na região. Não há, porém, previsão de quando isso irá acontecer nem se sabe ainda onde serão construídos os imóveis.

Por determinação do Plano Diretor, o quarteirão só pode receber modificações após serem discutidas por um conselho gestor. Moradores afirmaram que o conselho foi formado às pressas no sábado, quando o processo de reintegração de posse já estava em curso. A prefeitura, por sua vez, afirmou que “a regulamentação do processo eleitoral foi detalhada em reuniões com os moradores e comerciantes e publicada no Diário Oficial em março” e que a eleição do conselho ocorreu normalmente no sábado.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*