Brasileirão, Esportes

Com time misto, São Paulo bate o Paraná na estreia

Com time misto, São Paulo bate o Paraná na estreia
Jogadores comemoram gol de Bruno Alves no Morumbi. Foto: Rubens Chiri/SPFC

Com uma formação sem seis jogadores considerados titulares, o São Paulo fez o suficiente e venceu o Paraná Clube por 1 a 0, ontem (16), no Morumbi, pelo complemento da primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo, o time quebrou sequência de três jogos sem vitória: derrotas para Corinthians e Atlético-PR e empate diante do Rosario Central.

O único gol do jogo foi marcado pelo zagueiro Bruno Alves, aos 36 minutos da etapa inicial, após cobrança de falta.

O jogador foi uma das novidades do Tricolor, que não contou com o zagueiro Arboleda, o volante Petros, o volante/lateral Liziero e o atacante colombiano Tréllez, poupados, além de Nenê, que começou no banco de reservas e entrou na reta final do segundo tempo. Reinaldo, machucado, foi outro que ficou fora do confronto.

O sexteto foi preservado para o duelo contra o Atlético-PR, marcado para quinta-feira (19), às 19h15, no Morumbi, pela rodada de volta da quarta fase da Copa do Brasil. Como perdeu o primeiro jogo por 2 a 1, o time são-paulino precisa vencer por dois gols de diferença para avançar ou um para levar o confronto aos pênaltis.

O São Paulo vê a Copa do Brasil como chance real de chegar à Libertadores. A competição classifica o campeão para o torneio sul-americano, além de dar prêmio de R$ 50 milhões. O clube jamais venceu o torneio mata-mata nacional.

O jogo

Com foco na Copa do Brasil, o técnico Diego Aguirre escalou a equipe no 4-3-3. As novidades no sistema defensivo foram Bruno Alves na vaga de Arboleda e Régis no lugar de Reinaldo. Sidão, Militão e Rodrigo Caio iniciaram o jogo.

O meio foi formado por Jucilei, Hudson e Cueva, enquanto Marcos Guilherme, Lucas Fernandes e Brenner, que teve a primeira chance com Aguirre, jogaram no setor ofensivo.

Na etapa inicial, o São Paulo teve o domínio territorial, enquanto o Paraná procurava se defender e explorar o contra-ataque. Apesar de tomar a iniciativa, a equipe teve dificuldades com a marcação rival.

O time conseguiu chegar ao gol em lance de bola parada. Aos 36 minutos, Cueva cobrou falta na cabeça de Bruno Alves, que mandou para o gol.

Na etapa complementar, a equipe tricolor manteve o domínio, mas não conseguiu ampliar o marcador. O Paraná até que se arriscou mais, mas não exigiu do goleiro Sidão.

Aguirre ainda fez três alterações. Valdivia entrou no lugar de Lucas Fernandes, e o lateral esquerdo Júnior Tavares, no lugar do atacante Brenner. Na reta final do jogo, Aguirre ainda colocou Nenê no lu­gar de Cueva.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*