Minha Cidade, Santo André, Sua região

Santo André lança programa para levar cultura empreendedora a alunos das escolas municipais

Santo André lança programa para levar cultura empreendedora a alunos das escolas municipais
Serra: “temos compromisso com a formação integral das crianças”. Foto: Ricardo Trida/PSA

A Prefeitura de Santo André, em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), lançou nesta quarta-feira (11) o JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos). O programa é voltado a alunos da rede municipal de ensino, de 6 a 10 anos de idade, e visa levar a cultura empreendedora aos estudantes desta faixa etária.

O projeto vai atender cerca de 17,2 mil alunos do ensino fundamental (1º ao 5º ano). Cerca de 720 professores vão participar da formação oferecida pelo Sebrae e transmitirão os conhecimentos para os estudantes, exercendo papel de mediadores entre a visão empreendedora proposta pelo JEPP e os alunos. A parceria para implementação do programa não terá nenhum custo para a prefeitura, nem para os estudantes e professores que participarão da projeto.

“O JEPP é mais uma semente inovadora. Temos compromisso com a formação integral das nossas crianças e este programa vai ao encontro com este pensamento. Temos uma oportunidade grande em um programa que não custará absolutamente nada para os cofres públicos”, afirmou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

Nas instituições educacionais, o desenvolvimento da cultura empreendedora no ensino fundamental visa desenvolver no aluno a autoestima, a segurança, o planejamento de ações, o trabalho em equipe e a experimentação como importante estratégia de aprendizagem, além de compreensão de que a educação deve ser para toda a vida.

Os alunos serão estimulados a pensar coletivamente, avaliar oportunidades, valorizar a cultura local, interagir e integrar-se com as pessoas e a tomar decisões pensando em objetivos comuns. As práticas da aprendizagem ultrapassam naturalmente as paredes escolares, envolvendo, assim, a comunidade em questão. “Este programa irá gerar nos alunos um comportamento que pode levar, no futuro, a uma mudança de realidade, realização de sonhos e abertura de novos horizontes”, destacou o gerente regional do Sebrae no ABC, Paulo Cereda. (RL)

Deixe uma resposta