Arte & Lazer, Música

Diadema realiza maratona com 12 horas de Hip Hop

Diadema realiza maratona com 12 horas de Hip Hop
A Casa também oferece oficinas de dança, música, capoeira e artesanato. Foto: Divulgação

Casa do Hip Hop de Diadema realiza no próximo sábado (14) evento com 12 horas ininterruptas de muita música, dança, discotecagem e graffiti. A ação, aberta ao público, vai acontecer das 10h às 22h e faz parte do programa “Cultura na Cidade”, desenvolvido pela Prefeitura de Diadema com o objetivo de levar difusão e formação cultural a diversos bairros.

Maratona Hip Hop em Ação, como a atividade está sendo chamada, abre espaço para apresentação de vários artistas, entre eles as rappers mulheres, que cada vez mais quebram barreiras e se firmam no cenário do Hip Hop nacional. Pelo menos cinco fazem show na Casa do Hip Hop de Diadema, entre elas, Souto MC, Bivolt e Toddy MC, que vão mostrar seus talentos por meio de rimas que falam da vida, de amores e de injustiças sociais. Toddy atua como rapper há 4 anos, é de Diadema, e dá aula na Casa do Hip Hop. Bivolt, da cidade de São José dos Campos, já é destaque na cena independente do Hip Hop e fará o show de encerramento, às 21h30.

Cd e Batalha de Breaking – Além das atrações femininas, farão apresentação solo na maratona de Diadema os rappers Crônica Mendes e Aldo Paranga. O grupo Visão em Ação, de Minas Gerais, aproveita o evento pra fazer o pré-lançamento do cd “Coração de Aço” que conta com a música “Deixa Nóis em Paz”, atualmente tocada em várias mídias.

Outra atração que deverá agradar o público são as Batalhas de Breaking que vão acontecer em duplas e serão realizadas em etapas. Os finalistas receberão prêmios e as inscrições serão aceitas antes do início das batalhas.

Com expectativa de público de mais de 1.500 pessoas, o Maratona Hip Hop em Ação é também uma oportunidade para que os alunos das oficinas – oferecidas pela Casa do Hip Hop de Diadema – coloquem em prática o que aprenderam durante as aulas. Em razão disso haverá performances de DJs, Rima, Graffiti e Dança de Rua. Os cursos são gratuitos e atendem cerca de 120 alunos na linguagem dos quatro elementos. A Casa também oferece oficinas de dança, música, capoeira e artesanato com participação de outras 180 pessoas.

A Casa do Hip Hop de Diadema é conhecida mundialmente. Fundada no ano de 1999 seu trabalho é referência nacional por utilizar os elementos do Hip Hop como trabalho cultural e social junto aos jovens.

O secretário de Cultura de Diadema, Eduardo Minas, afirma que, em 19 anos de atuação da Casa, milhares de pessoas passaram pelas cursos oferecidas no espaço. “Além de garantir acesso à cultura à população, a Casa, por meio das oficinas, ajuda a formar pessoas. Com isso, promove cidadania e abre novas perspectivas de vida”, afirma.

Deixe uma resposta