Curiosidades

O MUNDO DO CINEMA SE DESPEDE DE ISAO TAKAHATA, COFUNDADOR DO STUDIO GHIBLI

O mundo do cinema de animação perdeu um de seus mestres na quinta-feira (5). O diretor e cofundador do Studio Ghibli, Isao Takahata, faleceu aos 82 anos. O lendário diretor japonês sofria de câncer de pulmão e, segundo fontes, enfrentava a doença há mais de um ano.

O diretor é reconhecido por obras como O Túmulo dos Vagalumes (1988) e O Conto da Princesa Kaguya (2013), este último, indicado ao Oscar de melhor animação de 2015. Takahata dedicou mais de seis décadas ao mundo da animação.
Nos anos 60, iniciou sua carreira no time da Toei Animation, onde conheceu o futuro sócio e amigo Hayao Miyazaki. Anos depois, fundaria o famoso Studio Ghibli, ao lado ainda do produtor Toshio Suzuki. No ocidente, o estúdio é conhecido por Meu Vizinho Totoro (1988) e A Viagem de Chihiro (2001), ambos dirigidos por Miyazaki.

Sua obra-prima, O Túmulo dos Vagalumes, é considerada por muitos críticos um dos melhores dramas que retratam a segunda guerra mundial. O longa animado conta a história de dois irmãos que tentam sobreviver num dos períodos mais sombrios já passados pela humanidade. O diretor, que passou por uma experiência semelhante durante a guerra, também foi uma das vozes contra políticas armamentistas japonesas.

Amigos e rivais

Além de uma filmografia invejável, Takahata também atuou como produtor em filmes de Miyazaki, como Nausicaä do Vale do Vento (1984) e O Castelo no Céu (1986). Ao lado do criador de Totoro, o diretor é uma das referências de pionerismo no campo da animação, por direcionar suas obras para adultos e pregar um realismo fantástico seja no formato quanto no conteúdo de suas obras.

Takahata é apontado como uma das principais influências do amigo e rival Hayao Miyazaki, criador de Totoro e Chihiro

Em declaração enviada para a imprensa, Toshio Suzuki confirmou o falecimento do amigo e informou à que o funeral do mestre da animação japonesa será fechado para amigos e familiares. No entanto, o produtor e Miyazaki decidiram realizar uma cerimônia no dia 15 de maio para que os fãs e principalmente o estúdio possa homenagear seu fundador.

Em 2016, o produtor do Studio Ghibli, Takayuki Aoki visitou o Brasil para comentar o processo criativo do estúdio e contou as diferenças de trabalhar com cada um dos gênios.

“Uma das características diferentes é que como um desenhista, o Hayao Miyazaki desenha ele mesmo suas animações. O Takahata não desenha. Além disso, acredito que talvez outra diferença esteja nos temas. O que cada um coloca como tema dos filmes em si”, explicou Aoki.

O produtor ainda comentou a criação do estúdio: “quando o Hayao Miyazaki começou nesse mundo de animação, o Isao Takahata já era um dos mestres. Posteriormente, os dois ficaram muito próximos e um complementou o outro, então criaram um estúdio. Os dois têm o mesmo princípio que é o desejo de transmitir algo via animação”.

 

Fontes: MegaCurioso, Tecmundo, TIME, The Telegraph

Imagens: Den of Geek!  Nerdist

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*