Esportes, Paulistão

São Bernardo perde de novo e dá adeus ao acesso

São Bernardo perde de novo e dá adeus ao acesso
Alvinho chora após a derrota do São Bernardo para o Oeste no Primeiro de Maio. Foto: Anderson Lira/Futura Press/Folhapress

O torcedor que compareceu ontem (3) em bom número ao Primeiro de Maio deixou o estádio decepcionado. O São Bernardo dependia de uma vitória por dois gols de diferença sobre o Oeste para garantir o acesso à elite do Campeonato Paulista em 2019, mas foi novamente derrotado pelo Rubrão por 3 a 2 e vai permanecer mais um ano na Série A2.

No primeiro jogo da semifinal, disputado na última sexta-feira, o Oeste venceu o Tigre por 2 a 1, em Barueri. Bruno Lopes foi o herói dos visitantes na noite de ontem, ao dar assistências para os três gols de sua equipe.

Depois de garantir o acesso, o Rubrão aguarda a definição do segundo finalista da Série A2. Após empate sem gols no sábado, Guarani e XV de Piracicaba se enfrentam novamente hoje, em Campinas.

Ao São Bernardo restará disputar novamente a Série A2 em 2019, quando o Tigre terá a companhia de outros dois times do ABC: o Água Santa, que também disputou a competição neste ano, sem sucesso; e o Santo André, que foi rebaixado da elite.

Assim, o próximo Paulistão terá o São Caetano como único representante do ABC.

O jogo

A história do Tigre na partida poderia ter sido diferente se Willian Lira não tivesse desperdiçado chance clara lo­go no primeiro minuto. Porém, sem a solidez defensiva que marcou sua campanha na primeira fase, o time logo levou o primeiro gol.

Aos 14 minutos, após bo­beada na saída de bola do Tigre, Bruno Lopes arrancou pela direita e deixou Raphael Luz livre dentro da área para tocar ao gol vazio.

A marcação exercida pelo Oeste era perfeita. O técnico Roberto Cavalo anulou os principais pontos de desafogo do São Bernardo – o meia Francismar e os laterais Ageu e Fernando Jr. – e o Rubrão tinha o controle da partida.

Wilson Júnior colocou Luis Felipe e Lucas no intervalo para deixar o São Bernardo mais ofensivo, mas foi o Oeste quem ampliou o placar. Aos sete minutos, em nova assistência de Bruno Lopes, Raphael Luz completou de carrinho para o gol.

Como ocorreu em Barueri, o Oeste diminuiu o ritmo e, aos 15 minutos, o São Bernardo fez o primeiro. Alvinho recebeu na entrada da área, cortou o zagueiro e tocou na saída do goleiro William Menezes.

O gol renovou as esperanças do Tigre, que se lançou ao ataque, mas o time levou o terceiro aos 35, com Pedrinho, que recebeu cruzamento açucarado de Bruno Lopes e completou de primeira.

Rodrigo Celeste, de cabeça, ainda fez o segundo do Tigre aos 48, mas não havia mais tempo para reação.

 

SÃO BERNARDO 2 X 3 OESTE

Gols: Raphael Luz, aos 14 do 1º tempo. Raphael Luz, aos 7; Alvinho, aos 15; Pedrinho, aos 35, e Rodrigo Celeste, aos 48 da 2ª etapa. Ár­bi­tro: Jose Claudio Rocha Filho. Estádio: Primeiro de Maio, em São Bernardo, ontem.

SÃO BERNARDO 

Rafael Pascoal; Ageu, Douglas, Vinícius Leandro e Fernando Jr.; Rodrigo Celeste, Jussa (Luiz Felipe), Francismar e Judson (Lucas); Willian Lira (Ricardinho) e Alvinho. Técnico: Wilson Júnior.

OESTE

William Menezes; Cordeiro, Leandro Amaro, Betinho e Conrado; Lídio, Wallace Bonilha e Marcinho; Bruno Lopes (Gláucio), Pedrinho e Raphael Luz (Daniel Farias). Técnico: Roberto Cavalo.

 

Guarani e XV decidem 2º acesso no Brinco de Ouro

Equipes tra­dicionais do Interior do Estado, Guarani e XV de Piracicaba definem hoje (4) quem ficará com a segunda vaga na elite do Campeonato Paulista de 2019 – a primeira é do Oeste. O dois times se enfrentam às 20h30, no Brinco do Ouro da Princesa, em jogo válido pela rodada de volta das semifinais da Série A2.

Houve empate sem gols no primeiro jogo, no Barão de Serra Negra, no sábado. Por isso, nova igualdade levará a decisão para os pênaltis, e quem vencer garantirá o acesso. Não há gol qualificado.

O Bugre está longe da elite paulista desde 2013, enquanto o Nhô Quim foi rebaixado em 2016.

A expectativa é de que o duelo seja assistido por mais de 15 mil torcedores. Na última parcial divulgada pelo Guarani, ontem, haviam si­do vendidos 14 mil ingressos da carga de 18 mil.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*