Uncategorized

Ajudante em creche é morto por marido de professora em Santo André

O ajudante de uma creche particular foi morto baleado ao dar carona para uma das professoras da unidade, na tarde de segunda-feira, em Santo André . O marido dela é suspeito do crime.

Testemunhas afirmaram à polícia que Rafael Paz Siqueira, 26 anos, e a professora, que não teve a identidade revelada, estavam no Ford Escort azul dele, quando de repente o marido dela, da rua, começou a atirar na direção do jovem. Siqueira e o carro foram alvejados.

Ferido, o ajudante saiu do carro, foi até a escola Educandário Espírita Simão Pedro e pediu que abrissem o portão. Uma funcionária disse que Siqueira entrou ferido e sentou-se no chão.

De acordo com as testemunhas, um homem, que seria o marido da professora, pulou um muro da escola e continuou disparando contra Siqueira, que morreu no local. O suspeito fugiu. A polícia não disse quantos tiros atingiram o ajudante.

A polícia afirmou que a professora disse que o marido foi o autor dos tiros. Ela deu o endereço da casa do casal. No local, a polícia encontrou um carro aberto e uma arma calibre 32. A polícia não forneceu mais detalhes sobre o crime nem do relacionamento dos envolvidos. O caso foi registrado como homicídio simples e segue sob investigação no 5º DP de Santo André. Siqueira foi enterrado nesta terça, no Cemitério Jardim das Colinas em São Bernardo.

Deixe uma resposta