Esportes, Futebol

Aguirre exige atitude e promete cumprir contrato

Aguirre exige atitude e promete cumprir contrato
Aguirre assinou com o Tricolor até o final da temporada. Foto: Renato Gizzi/Photo Premium/Folhapress

Diego Aguirre foi apresentado pelo São Paulo ontem (12), no CT da Barra Funda. O sucessor de Dorival Júnior foi acompanhado pelo diretor-executivo de futebol, Raí, e pelo compatriota Diego Lugano, superintendente de relações institucionais do Tricolor. O também uruguaio Darío Pereyra estava na plateia.

Em sua primeira entrevista, Aguirre prometeu resgatar a competitividade do time, que não tem alcançado bons resultados nos últimos anos.

“É fundamental o time demonstrar mais competitividade, atitude, determinação a cada jogo. É a primeira coisa que temos de dar ao time, depois vamos fazer a tática e o funcionamento. Queremos o torcedor representado em campo. Para estar em um time como esse tem de jogar com pressão. Faz parte”, disse o técnico de 52 anos.

“Começa uma nova etapa para todos. Temos de aproveitar cada jogo e instante e pensar que tudo é possível. Temos de estar fortes psicologicamente, temos bons jogadores e bom trabalho para fazer. Temos de pensar que vamos ganhar tudo que está à frente. Um time como o São Paulo tem de ganhar, tem de assu­mir a pressão”, prosseguiu.

O treinador assinou com o São Paulo até o final deste ano e precisou, de cara, assegurar à diretoria que não deixaria o clube antes do encerramento do vínculo. Essa “garantia” decorre da chance de Aguirre ser convidado para ser o próximo técnico da seleção uruguaia após a Copa do Mundo de 2018, quando Óscar Tabárez deve deixar o posto depois de 12 anos. Raí disse que nenhuma cláusula contratual foi colocada, mas que há confiança na palavra de Aguirre.

“Minha prioridade é o São Paulo. Há muito tempo se fala em mudar o treinador no Uruguai. É algo que tenho na cabeça, mas não para o momento. Só penso agora no São Paulo, não tenho outra coisa na mente. Respondi para o Raí. A primeira pergunta dele foi sobre isso, e a resposta foi de que a prioridade é o São Paulo. Não é algo para sempre, talvez um dia no futuro, mas agora é São Paulo”, disse.

Lugano admitiu ter sido consultado sobre a decisão de contratar Aguirre e foi um defensor ferrenho do compatriota. Para o zagueiro que se aposentou no ano passado, Aguirre é o técnico ideal para o momento do clube. “Conhece o perfil do São Paulo, dos jogadores. Foi praticamente unânime a decisão”, disse. O técnico agradeceu a confiança e relembrou os momentos em que estiveram juntos no Plaza Colonia, em 2002.

Deixe uma resposta