Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Câmara de São Bernardo aprova reajuste de 3% para servidores

Câmara de São Bernardo aprova aumento de 3% para servidores
Vereadores aprovaram projeto por unanimidade; prefeitura diz que reajuste foi feito com responsabilidade. Foto: Oscar Jupiracy/Câmara de são Bernardo

A Câmara de São Bernardo aprovou, ontem (28), por unanimidade reajuste dos servidores, que hoje somam aproximadamente 18 mil entre ativos e inativos da administração direta e indireta.  O aumento de 3% tem como base o acumulado da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) nos últimos 12 meses (março de 2017 a fevereiro de 2018), mais 1% de aumento real”. O pagamento deste mês já virá com reajuste. Segundo a prefeitura, o aumento foi possível após readequação do planejamento econômico.

“Quando iniciamos a gestão a situação apontava para um verdadeiro caos. Dívidas com fornecedores, vários débitos em aberto e o nome da prefeitura em xeque. De imediato, estabelecemos critérios e regras para garantir o funcionamento das coisas, e foi dando certo. Equacionamos a dívida, não devemos para os fornecedores e conseguimos reajustar o funcionalismo com responsabilidade”, destacou o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), primeiro chefe de Executivo do ABC a dar aumento real ao funcionalismo na atual gestão.

Segundo a administração municipal, serão investidos R$ 24,5 milhões para pagamento do reajuste de salário para os servidores e funcionários. Somadas as autarquias, apenas neste exercício, o valor investido no aumento salarial dos funcionários chega a R$ 33,8 milhões.

Segundo a prefeitura, “considerando a crise econômica instalada, que ainda não foi superada, apontando leve tendência de estabilização, porém, sem crescimento significativo previsto para o segundo semestre deste ano, a concessão do reajuste de 3% é, sem dúvida, fator importante para a reversão da crise e para injeção de novos recursos na economia local. Na região, desde o início dos novos mandatos a prefeito em 2017, esse foi o maior porcentual concedido, comprovando que, apesar da dificuldade financeira, a administração prestigia seus servidores e funcionários.”

Reivindicações

Ontem, integrantes do Sindicato dos Servidores Públicos do município (Sindserv SBC) acompanharam a sessão da Câmara, para cobrar do governo a negociação da pauta de reivindicações da campanha salarial 2018.

Os servidores querem a reposição de perdas acumuladas desde março de 2016 e aumento real correspondente ao crescimento da receita prevista no orçamento deste ano, sendo a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que apontou 7,79%, mais a previsão de crescimento de 2,78%, totalizando 10,57%.

Na pauta aprovada, o funcionalismo também reivindica a manutenção do diálogo sobre as questões que envolvam os trabalhadores públicos municipais e autárquicos, e que quaisquer alterações ou reformas administrativas relacionadas aos servidores devem ser negociadas com o sindicato.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*