Esportes, Paulistão

Titular pela 1ª vez após retorno, Hudson quer recuperar espaço no São Paulo

Titular pela 1ª vez após retorno, Hudson quer recuperar espaço no São Paulo
Hudson vai atuar mais avançado, com possibilidade de até finalizar a gol. Foto: Rubens Chiri/SPFC

O São Paulo joga nesta quinta-feira (15) pela segunda fase da Copa do Brasil contra o CSA-AL, em Maceió, com uma novidade: o volante Hudson será titular na vaga do suspenso Petros.

O camisa 25 foi emprestado na última temporada para o Cruzeiro, onde conquistou a Copa do Brasil e foi um dos melhores jogadores do torneio. Agora, ele retorna mais experiente e maduro.

“Quando cheguei aqui (em abril de 2014), eu era uma aposta, vindo do Botafogo-SP. A ida para o Cruzeiro foi boa, trabalhei com outro elenco, com outro treinador. Aprendi muito e acho que quando você aprende vencendo se torna mais visível. Hoje me vejo de outra forma, consegui subir um patamar, mas quero conquistar muito mais”, destacou.

Hudson se considera no mesmo nível de Petros e Jucilei. Por isso, quer jogar bem para colocar uma pulga atrás da orelha de Dorival. “Eu me defino como um dos melhores jogadores da posição, não é à toa que estou aqui. Eu me vejo igual a eles, mas, claro, buscando melhorar cada vez mais porque temos de evoluir sempre”, disse.

O volante comentou sobre a partida contra o CSA. Desta vez, em caso de empate, a decisão vai para os pênaltis. Na primeira fase, contra o Madureira, o clube tricolor fez 1 a 0, mas não jogou bem e ouviu algumas vaias no final.

“Precisamos ter uma postura melhor. Estamos há três jogos vencendo, mas por mais que não tenha tomado gol, nosso rendimento não é o esperado. Estamos buscando acertar os detalhes.”Posicionamento

Hudson explicou que vai atuar mais avançado, com possibilidade de até finalizar a gol. “O Dorival dá liberdade, e isso gera uma confiança a mais para o jogador. Você pode tomar iniciativa, tentar uma jogada, definir o lance. Deixa a gente mais confortável para fazer o que a gente sabe de melhor. É uma situação um pouco diferente para mim, mas entendi o que ele passou, observei os meninos e não tem muito segredo, não”, disse.

A última vez que o camisa 25 começou jogando no São Paulo foi em 13 de outubro de 2016, quando o time perdeu para o Santos, no Pacaembu, por 1 a 0. “Devo muito da minha carreira ao São Paulo e fiquei feliz quando fiquei sabendo que queriam minha volta. Tive uma lesão séria no fim do ano passado e fiquei pouco mais de três meses sem jogar. Voltei contra o Bragantino e me senti bem. Quero fazer um ano tão bom como 2017.”

Hudson acredita que o elenco de hoje do São Paulo é melhor do que aquele de quando ele deixou o clube. “O time amadureceu muito no ano passado, criou uma casca difícil de criar pelo que passou e se reforçou agora. Perdeu jogadores importantes, mas chegaram outros de qualidade igual a deles.”

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*