Economia, Notícias

Com investimento de R$ 18 milhões, Roldão inaugura loja em São Bernardo

Consumidores lotaram a unidade de São Bernardo poucos minutos depois de sua inauguração. Foto: Anderson Amaral especial para o DRO Roldão Atacadista ina­u­­­gurou, ontem (30), lo­ja situada no bairro Pauliceia, em São Bernardo. Com in­vestimento de R$ 18 milhões, a unidade é a 30ª da rede e a segunda na região. Foram criados 150 empregos diretos e 150 indiretos.

A empresa atua no atacarejo, segmento que mescla atacado e varejo e que cresce na contramão da crise econômica ao se tornar alternativa de preço baixo aos super e hipermercados.

Erguida no Corredor ABD, em área onde, até 2011, funcionou fábrica da Magneti Marelli, a loja possui 6 mil metros quadrados, dos quais 4 mil de área de vendas, com sortimento de 7,5 mil itens. Há 21 checkouts (caixas) e 216 vagas no estacionamento.

A abertura da unidade, lo­calizada na divisa com Diadema, obedeceu a criteriosa análise do potencial de consumo do local. “Com base em estudos de geomarketing, nossa equipe de inteligência e expansão recomendou esse local pelo seu potencial de vendas, que permite o retorno (do investimento) em três anos”, afirmou o presidente da empresa, Ricardo Roldão, após cerimônia de inauguração que teve a presença do prefeito de São Bernardo, Or­lando Morando (PSDB).

O ABC deve receber mais três unidades da rede nos próximos meses. Santo André, que já possui loja na Vila Vilma, terá outra, na Avenida dos Estados, até o final deste ano. Para o início de 2018, a previsão é de novas operações em São Bernardo (Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco) e Mauá.

Morando e Ricardo Roldão cortam a fita de inauguração da loja. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC“O ABC oferece grande po­tencial de expansão, pela capacidade de consumo que possui. Sabemos que o país não está crescendo e, por is­so, as empresas do setor terão de dividir o mesmo bolo. Porém, quando o país voltar a crescer, e isso deve ocorrer no próximo ano, o Roldão estará muito bem posicionado e nossa fatia nesse bolo será maior”, ava­liou o presidente da rede.

No ano passado, segundo Ricardo, o faturamento do Rol­dão Atacadista cresceu 30% – resultado atribuído, principalmente, à expansão da rede. Para 2017, a previsão é de vendas 10% maiores.

“A unidade traz para o ABC novo projeto de comunicação visual, modernizado e evoluído. Vemos que há na região grande demanda não atendida pelo canal de atacarejo”, complementou Celso Furtado, gerente comercial e de marketing da empresa.

Em seu pronunciamento, Morando destacou que as contratações para a unidade tiveram a intermediação do Centro de Trabalho e Renda (CTR) da prefeitura.

“É o tipo de empreendimento que só tem ganhos: primeiro, pela geração de postos de trabalho; segundo, para o consumidor, porque quanto maior é a diversificação de bandeiras, maior é a competição e melhor é o atendimento”, disse Morando.

Boom do segmento atacadista

O ABC vive “boom” de inaugurações ou anúncios de novas lojas no segmento atacadista. Curiosamente, o movimento ocorre poucos meses depois de o Se­ta fechar sete unidades na região, no início deste ano.
Em junho e julho, o Assaí abriu lojas em Santo An­dré e Diadema, respectivamente, como parte do projeto do Grupo Pão de Açúcar de conversão de unidades do Extra.

Também no mês passado, o Grupo Bem Barato apresentou a empreendedores as obras do shopping que está construindo no Serraria e que terá atacarejo como âncora.
O Spani Atacadista iniciou neste e no mês passado operações em Diadema e Mauá, respectivamente.

O boom continuou com a inauguração, ontem (30), da primeira das quatro unidades do Roldão previstas para o ABC até o início de 2018 e com a abertura, nas próximas semanas, de loja do Atacadão em Santo André.

As vendas do setor cresceram 0,6% em termos reais no ano passado, de acordo com a Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad), enquanto as dos supermercados recuaram 7,4%, segundo a Nielsen.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*