Economia, Notícias

Assembleia aprova plano de recuperação judicial da Arteb

Arteb entrou com pedido de recuperação judicial em fevereiro do ano passado. Foto: ArquivoAssembleia realizada ontem (23) definiu o Plano de Recuperação Judicial da Arteb, fabricante de autopeças de São Bernardo. Na ocasião, 97% dos credores – que representam 85% da dívida geral da empresa – aprovaram o acordo.

A negociação estabelece que o pagamento dos créditos trabalhistas será feito em dez parcelas para os trabalhadores que continuam na empresa. Aqueles que foram demitidos e têm ainda algum valor a receber também vão receber os créditos em dez vezes, mas para esse grupo há prazo de 60 dias para início da quitação dos débitos, a partir da data da assembleia.

A Arteb se comprometeu a fazer os depósitos de uma só vez para o trabalhador que necessite sacar o FGTS para aquisição da casa própria.

O coordenador de São Bernardo do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Nelsi Rodrigues, o Morcegão, lembrou que foram realizadas várias rodadas de negociação desde que a empresa pediu a recuperação judicial e demitiu 371 trabalhadores, em fevereiro do ano passado.

“A aprovação é muito importante para o mercado. Agora, nossa expectativa é de que a Arteb possa de fato se recuperar, receber novos investimentos e voltar a gerar empregos”, disse Morcegão ao jornal Tribuna Metalúrgica, do sindicato.

Histórico

Em fevereiro do ano passado, a Arteb demitiu 371 trabalhadores e entrou com pedido de recuperação judicial alegando falta de crédito para saldar dívidas com fornecedores, bancos e pagar impostos. Em agosto do mesmo ano, a empresa e o sindicato fecharam acordo de redução de jornada a fim de evitar demissões entre os 1.050 trabalhadores que seguiram na empresa.

Um comentario

  1. Espero que você volte a crescer e gerar empregos Arteb

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*