Copa do Brasil, Esportes

São Paulo enche os olhos, bate ABC e abre vantagem

Luiz Araújo comandou a vitória do Tricolor sobre o ABC-RN no Morumbi. Foto: Rubens Chiri/SPFCEm mais uma atuação ofensiva de encher os olhos, o São Paulo bateu o ABC por 3 a 1 ontem (8), no Morumbi, e largou em vantagem na terceira fase da Copa do Brasil. Luiz Araújo foi o destaque em um ataque que se movimentou e criou chances durante os 90 minutos – o placar poderia ter sido mais elástico.
Com o resultado, o time paulista pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Natal (RN).

Se não fosse por um vacilo, o time comandado por Rogério Ceni poderia ter saído da partida com algo raríssimo em 2017: uma atuação defensiva impecável. Um vacilo, porém, impediu Denis de passar os 90 minutos sem precisar buscar a bola nas redes.
O São Paulo volta a campo no sábado, para encarar o Palmeiras em clássico válido pelo Paulistão, no Allianz Parque.

O 1 a 0 passou longe de refletir o que foi o primeiro tempo no Morumbi: domínio completo do São Paulo, com várias chances de gol e lances bem trabalhados.
Cueva, Pratto e Luiz Araújo tiveram várias oportunidades de balançar as redes, em 45 minutos que certamente estão entre os melhores que o time comandado por Ceni apresentou na temporada. Na segunda etapa, a mesma intensidade, com jogadas ofensivas em sequência e gols.

Até o início de segundo tempo, o São Paulo dava a entender que, desta vez, além da grande atuação ofensiva, ofereceria à sua torcida uma noite sem sustos na defesa. Não foi o caso: aos nove minutos Marcio Passos subiu no meio da área tricolor e balançou a rede Denis, carimbando a atuação defensiva dos coman­dados de Ceni.

SÃO PAULO 3 X 1 ABC-RN 

Árbitro: Braulio Machado (SC). Estádio: Morumbi, em São Paulo, ontem à noite.

SÃO PAULO

Denis; Bruno, Breno, Rodrigo Caio e Junior Tavares; João Schmidt (Wellington), Thiago Mendes e Cícero; Cueva (Nem), Luiz Araújo (Neilton) e Pratto. Técnico: Rogério Ceni.

ABC-RN

Edson; Levy, Oswaldo, Cleiton e Romano; Márcio Passos, F.Gue­des, Jardel (Jhonata) (Dalberto), Erivelton e Gegê; Caio Mancha (Nando). Técnico: Geninho.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*