Diadema, Minha Cidade, Sua região

Conselheiros tutelares de Diadema reclamam de assaltos

Moradores reclamam de assaltos frequentes na rua Oriente Monti, Foto: Eberly Laurindo

Conselheiros tutelares de Diadema estão preocupados com a falta de segurança na unidade localizada na rua Oriente Monti, Centro do município. No início da semana uma das conselheiras e seu marido foram assaltados em frente ao conselho, às 15 horas. “Colocaram o revólver na cabeça do meu marido e pediram a carteira e o celular. No nervoso meu marido não enxergava a carteira no painel do carro. O ladrão ficou nervoso. Achemos que ia atirar, pois toda hora mexia na arma”, afirmou a profissional.

Segundo os conselheiros, a situação está piorando a cada ano. Outros profissionais já foram assaltados em frente à unidade, alguns, mais de uma vez. “Não temos proteção e já tememos ficar aqui dentro. Não apenas nós corremos risco, mas também os moradores que vêm buscar auxílio. Nosso trabalho é fazer acolhimento, mas já estamos cogitando fechar às 15 horas. É muito perigoso as conselheiras ficarem sozinhas aqui”, ressaltaram.

Os profissionais afirmaram que vão à Câmara em busca de apoio dos vereadores, bem como enviar ofício às corporações solicitando intensificação do policiamento na região. “Não estamos pedindo um GCM direto aqui. Queremos que passem mais vezes na rua”, destacaram.

Os vizinhos do Conselho Tutelar também são unânimes em afirmar que os assaltos são constantes na Oriente Monti. “Já fomos assaltados em frente de casa. Levaram meu carro. Outra vez meu marido foi abordado, mas ouviram uma sirene na rua de cima e fugiram sem levar nada.

De uns três anos para cá a situação piorou muito. Falta policiamento, mesmo tendo muita criança circulando por causa do Sodiprom e da escola”, destacou Ana dos Santos Castor.

Policiamento

O Comandante de Policiamento de Área Metropolitana Seis informou, por meio de nota que “em 2016, a Polícia Militar realizou a prisão de 63 criminosos em flagrante delito e a apreensão de 15 menores infratores na região Central de Diadema, a qual abrange a rua Oriente Monti. Também foram realizadas as seguintes operações: “Integrada” (com apoio da Polícia Civil e Guarda Civil Municipal) e a “Operação Cavalo de Aço”, cujo objetivo é combater os indicadores para as ocorrências de “roubos e furtos de veículos”, bem como o número de crimes praticados por indivíduos utilizando motocicletas como meio de transporte para a prática de diversos delitos violentos, em especial na prática de “roubo a transeuntes”, com objetivo de subtrair celulares e outros objetos de valor das vítimas, e ainda os crimes de homicídio e latrocínio, sendo ainda o patrulhamento ostensivo e preventivo realizado na citada via e suas adjacências”. Segundo a nota, “o local recebe o policiamento tido como adequado à realidade conhecida”.

“A participação da população é fundamental para o bom trabalho da Polícia Militar, sendo que os telefones 190 (Emergência) ou 181 (Disque-Denúncia) são as principais formas de contatar-nos rapidamente. A Corporação também está acessível por meio dos CONSEG – Conselhos Comunitários de Segurança – de cada região, que realiza reuniões mensais”, informa a nota.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*