Diadema, Minha Cidade, Sua região

Michels pede suspensão da tarifa para integração nos terminais de Diadema

Michels assina documento pedindo suspensão da cobrança. Foto: Divulgação/PMDO prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), propôs ao governo estadual a suspensão por tempo indeterminado da cobrança de R$1 para acesso aos terminais Piraporinha e Diadema. Hoje pela manhã, Michels se reuniu com representantes da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), vereadores e comissão de moradores, para discutir a cobrança.

Na ata do encontro, além da solicitação de suspensão da tarifa, a prefeitura pede a realização de audiência pública na Câmara, a fim de  apresentar com “clareza e transparência” à população dados sobre cobrança estabelecida pela EMTU, a qual, segundo Michels, foi decidida de forma unilateral.

No documento, protocolado hoje na Secretaria de Transportes Metropolitanos, também é requerida reunião com o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, e encaminhamento para agendamento com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), a fim discutir compromisso assumido junto aos diademenses durante a campanha eleitoral do ano passado, da manutenção da gratuidade da integração aos terminais.

Ofício

Segundo Michels, o documento emitido pela EMTU informando que a integração passaria a ser cobrada a partir de domingo (8) foi protocolado na prefeitura na tarde de quarta-feira (4), dessa forma tomou conhecimento do ofício por meio da imprensa durante manifestação realizada na quinta-feira.

“Da forma que foi feito, mostra desrespeito à prefeitura e aos usuários. Fiquei sabendo pela imprensa. Foi uma decisão unilateral. Vamos buscar reverter a decisão e suspender até que volte a dialogar com todos os interessados”, afirmou o prefeito, ao destacar que a última reunião realizada sobre o tema com a EMTU e governo estadual ocorreu em 2014.

Reajuste

Nesta quarta, a Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos anunciou que as tarifas dos ônibus das 571 linhas intermunicipais administradas pela EMTU, incluindo os coletivos que passam pelos municípios do ABC e as 13 linhas de trólebus que operam no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus – Jabaquara) e a extensão Diadema – São Paulo (Morumbi) terão novos valores a partir de domingo (8).

A tarifa das linhas que operam no Corredor ABD passará de R$ 4 para R$ 4,30. Nas demais áreas, os aumentos variam entre 6,10% e 7,18%, de acordo com a extensão. Os valores podem ser consultados no site da EMTU (www.emtu.sp.gov.br).

Também foi anunciado o fim da gratuidade da integração nos terminais Diadema, Piraporinha e São Mateus. A partir de domingo, em Diadema e Piraporinha a tarifa de acesso aos terminais custará R$1. Em São Mateus a cobrança passará a valer a partir do dia 15.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*