Esportes, Futebol

São Paulo confirma Cícero por duas temporadas

O São Paulo confirmou ontem (29) a contratação do meia Cícero, do Fluminense, por duas temporadas. A negociação se arrastou pelas últimas semanas e dependia apenas da liberação do empresário do jogador, Eduardo Uram.

O atleta está de férias nos Estados Unidos, onde deve permanecer até o início do ano para integrar o elenco que disputa a Florida Cup, nas cidades de Tampa e Orlando, em janeiro.

Cícero era um dos pedidos do técnico Rogério Ceni. O meia havia defendido o São Paulo entre 2011 e 2012 e deixou boa impressão para o ex-goleiro e futuro técnico. No total, o atleta disputou 89 partidas pelo Tricolor, marcou 16 gols e deu quatro assistências.

Apoio

Para chegar ao acordo com o jogador, o São Paulo contou com o apoio do Fluminense. O clube carioca tinha vínculo com o atleta até o fim de 2017. Mesmo assim, o Tricolor carioca se colocou à disposição para pagar parte do salário do jogador pelos próximos dois anos.

Assim, o jogador poderá manter seus vencimentos sem ultrapassar o teto de R$ 350 mil imposto pelo São Paulo. Por outro lado, Uram vai receber 5% de comissão pela negociação parcelada durante os dois anos de contrato.

Até o momento, o São Paulo contratou os atacantes Wellington Nem e Neilton, o goleiro Sidão e o lateral esquerdo Júnior Tavares para a temporada 2017.

Por outro lado, Rogério Ceni não vai mais contar com Michel Bastos, Carlinhos, Mena, Hudson, Kelvin, Ytalo e o goleiro reserva Léo, que deixaram o clube do Morumbi.

Cícero deixou boa impressão quando passou pelo São Paulo em 2011 e 2012. Foto: Arquivo

Com dois novatos à disposição de Ceni, lateral esquerda ainda é preocupação

Há anos o São Paulo não tem tranquilidade com suas laterais. Desta vez, a esquerda é a mais desfalcada.

Mena já se despediu do clube e dificilmente vai conseguir um novo empréstimo junto ao Cruzeiro.

Carlinhos, reserva imediato, deve ser negociado, pois não tem mais clima para ficar no São Paulo, assim como ocorreu com Michel Bastos.

Hoje, Ceni tem à disposição apenas Matheus Reis (22 anos) e Júnior Tavares (20 anos), vindos da base.

Apesar de ter renovado seu contrato, Reinaldo deve ser emprestado à Chapecoense. Ou seja, o treinador só tem dois novatos à disposição.

Esse nome seria Renê, de 24 anos, do Sport. A diretoria tenta acordo com o clube pernambucano e pensa também em envolver o atacante Rogério, que está lá, na negociação.

Ceni tem ainda a possibilidade de jogar com Buffarini improvisado, mas ele é lateral direito de origem. Contra o Santa Cruz, na última rodada do Brasileiro, ver o argentino na posição trocada foi um pedido de Ceni.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*