Diadema, Política-ABC, Sua região

Saúde é foco de debate na Record News entre Michels e Vaguinho

Vaguinho e Michels debateram ontem sob a mediação do jornalista Heródoto Barbeiro. Foto: Igor Andrade Cotrim/Divulgação

O debate promovido ontem (21) pela Record News com os candidatos a prefeito de Diadema que vão disputar o segundo turno, Lauro Michels (PV) e Wagner Feitoza, o Vaguinho (PRB), teve como foco a Saúde.

Com poucas propostas de ambos os candidatos para o setor, Michels rebateu críticas do adversário afirmando que pegou a prefeitura das mãos do PT sucateada, com dívida de R$ 2,5 bilhões, dos quais 76% foram quitados. “Apesar das dificuldades estamos investindo 39% do orçamento na área da Saúde. Para ter uma ideia, o SUS (Sistema Único de Saúde) repassava para Diadema R$ 79 milhões em 2012. Neste ano está repassando R$ 73 milhões”, destacou.

Vaguinho rebateu Michels, afirmando não saber em qual cidade está investindo 39% dos recursos na área. “As pessoas estão morrendo dentro do hospital”, provocou. O candidato também criticou a proposta do verde de construir um novo hospital. “Um hospital demora de quatro a seis anos para ser construído. As pessoas vão continuar falecendo nos corredores dos equipamentos da cidade.”

Michels explicou que a proposta de construir um novo hospital faz parte de parceria com o governo estadual e vai sair mais em conta do que a reforma do atual prédio do Hospital Municipal. “Fizemos uma parceria com o governo do Estado para fazer um hospital novo porque o a construção de um prédio novo sai mais barato do que a reforma de um prédio de 1967”, garantiu.

Em relação à UTI pediátrica do Hospital Municipal que teria sido fechada, o prefeito afirmou que os atendimentos continuam. “Além disso, fizemos uma parceria com o Hospital Público do Serraria, referência em pediatria na região. Fizemos também o centro de parto. Estamos informatizando as Unidades Básicas de Saúde, para agilizar a marcação de consultas, e as farmácias, visando à dispensação de medicamentos de forma mais rápida”, pontuou o verde.

“Não é aceitável que um morador demore duas horas para pegar uma senha de atendimento a fim de passar depois de 20 dias em um clinico geral”, rebateu Vaguinho, afirmando que em seu plano de governo consta a informatização dos serviços públicos. “Vamos informatizar de maneira que o munícipe tenha agilidade nos serviços. Vamos dar prazo. Vamos colocar para funcionar todos os equipamentos de saúde”, destacou.

Infovias

Michels acusou Vaguinho de estar mal informado e de não trazer novidades em seu programa de governo. “A assessoria do candidato não informa ele direito, mas já iniciamos o processo de informatização. Para esclarecer o cidadão, estamos implementando infovias (redes de comunicação de dados), que interligam os 150 prédios municipais. Então, tudo isso que o candidato falou já está sendo feito. Não tem novidade”, destacou.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*