Diadema, Política-ABC, Sua região

Maninho apresenta propostas para Saúde no Eldorado

Maninho prometeu a construção de Unidade Básica de Saúde (UBS) no Sítio Joaninha. Foto: Olívia Tesser/Divulgação

O vereador e candidato do PT a prefeito de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho, fez campanha na manhã de ontem (22) no Bairro Eldorado ao lado do deputado estadual Teonilio Barba (PT). Durante a atividade, o petista afirmou que tem como meta a contratação de clínicos gerais e pediatras para o Pronto Atendimento do mesmo bairro. Também defendeu o funcionamento do PA por 24 horas diárias e a construção de Unidade Básica de Saúde (UBS) no Sítio Joaninha.

O tema Saúde predominou no discurso de Maninho durante a passagem pelo bairro, principalmente devido à situação do PA Eldorado, que não atendia durante o período noturno por determinação do governo do prefeito e candidato à reeleição, Lauro Michels (PV) – a decisão foi revogada há uma semana, a poucos dias do primeiro turno da eleição municipal de 2 de outubro.

“Vamos reabrir o PA do Eldorado por 24 horas diá­rias, mas com médicos contratados e serviço de pediatria, não como é feito agora, aberto sem médico”, discorreu o candidato.

Juntamente com o deputado Barba, Maninho conversou com comerciantes e moradores das proximidades da Rua Presidente Prudente, no Eldorado. No carro de som, o deputado estadual criticou a atual gestão pela falta de ações governamentais nas regiões periféricas da cidade.

“Queremos recuperar a dignidade de Diadema, que esse prefeito destruiu. Tenho o compromisso com a cidade de mandar emendas e ajudar o Maninho a arrumar o Orçamento, para o município ter novamente políticas públicas voltadas aos mais pobres”, discursou o deputado estadual.

Maninho garantiu que, se eleito prefeito, construirá uma UBS no Sítio Joaninha. “Essa unidade está prevista nos investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), mas o atual prefeito estranhamente não iniciou as obras”, lamentou.

O candidato petista também destacou investimentos de R$ 7,8 milhões do governo federal para urbanização do Sítio Joaninha. “O Estado demorou oito anos para liberar a licença ambiental a fim de iniciar as obras de urbanização e infraestrutura, com uma solicitação feita ainda no governo de (José de) Filippi (Júnior, PT). Foi pela falta de compromisso do Estado que essas obras não foram iniciadas no governo do (Mário) Reali (PT)”, afirmou.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*