Brasileirão, Esportes

Palmeiras empata com o Flamengo e segue líder

Gabriel Jesus marcou o gol palmeirense no Allianz Parque. Foto: Taba Benedicto/Folhapress

A encenação do Palmeiras em torno da possível lesão muscular de Gabriel Jesus e sua escalação na “decisão” com o Flamengo deram certo. Ontem (14), no Allianz Parque, pelo Brasileiro, o camisa 33 se mostrou 100% fisicamente e foi importante ao fazer o gol salvador, que garantiu o empate por 1 a 1 e a liderança na competição.

Agora, os paulistas somam 48 pontos, seguidos de perto pelo Flamengo, que tem 47.

Com a igualdade, os dois times seguem invictos e acirrados na briga pelo título.

O Palmeiras soma nove jogos seguidos sem perder. O rubro-negro, por sua vez, está cinco partidas invicto.

A etapa inicial foi marcada pelo duelo franco dos times. Ambos procuraram o ataque. Visitante, o Flamengo marcou bem o Palmeiras, que teve problema na criação no meio com Tchê Tchê e Moisés.

A expulsão de Márcio Araújo aos 39 minutos, porém, mudou a história do jogo.

Diego foi substituído por Cuéllar, que entrou para reforçar a marcação do time. A mudança matou o Flamengo.

Leandro Damião ficou isolado na frente e virou presa fácil entre os zagueiros.

Na volta para o segundo tempo, Cuca jogou o time para frente. Primeiro, pôs Barrios na vaga de Gabriel – que, sem Diego em campo, ficou sem função. Depois, sacou Róger Guedes para entrada de Cleiton Xavier.

O Palmeiras ganhou o meio-campo e passou a pressionar. O time, no entanto, não conseguiu fazer o gol.

Ciente que precisava fazer alguma mudança, Zé Ricardo tirou Gabriel para entrada de Alan Patrick. Uma alteração cirúrgica e que contou com a sorte. Em seu primeiro lance, Patrick, que passou pelo Palmeiras em 2015, abriu o placar para os visitantes.

Atrás do rival, Cuca ousou ainda mais. Sacou Tchê Tchê e colocou Rafael Marques.

Com duas linhas de quatro e só Damião na frente, o Flamengo se segurou e teve chances de ampliar nos contragolpes, mas pecou no último passe e nos arremates.

O Palmeiras, então, chegou ao empate com Gabriel Jesus, aos 37 minutos. Ainda apertou nos minutos finais, mas acabou parando em boas defesas de Muralha, que evitou o pior para o rubro-negro na arena alviverde.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*