Brasil, Editorias, Notícias

Temer troca advogado-geral e nomeia mulher

Grace ocupava o cargo de secretária-geral de órgão da AGU. Foto: AGU/Divulgação

O presidente Michel Temer (PMDB) demitiu, ontem (9), o advogado Fábio Medina Osório do cargo de Advogado-Geral da União e nomeou, para seu lugar, Grace Mendonça, primeira mulher a ocupar um cargo no primeiro escalão do governo, que foi criticado pela ausência feminina em sua cúpula. Grace ocupava o cargo de secretária-geral de Contencioso, órgão da AGU, desde 2003 e era responsável por acompanhar o andamento de processos junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Grace também substituía o advogado-geral nas sustentações orais no Supremo quando necessário. Por isso, tem bom trânsito na Corte e seu nome contou com o apoio dos ministros do STF Gilmar Mendes e Carmen Lúcia. A AGU não tem status de ministério, mas o governo enviará ao Congresso proposta para que a função tenha as mesmas prerrogativas do cargo.

Antes de o Palácio do Planalto anunciar a troca, Osório confirmou sua demissão à Folha. Disse ter sido informado por telefone e que a escolha foi “política”. “Fui comunicado pelo telefone. Temer agradeceu pelos serviços prestados e disse que, em função da conversa com Padilha, ficou inviável (minha permanência)”, disse. “Não existe justificativa, há uma escolha política”, afirmou Osório.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, teve um forte embate nesta quinta-feira (8) com o agora ex-AGU. Padilha reclamava da atuação de Osório, principalmente em relação ao pedido de acesso a inquéritos da Lava Jato que o advogado fez ao STF.

O governo também ficou irritado com a atuação dele no episódio envolvendo a troca de comando da EBC (Empresa Brasileira de Comunicação) e na sindicância sobre a conduta do ex-advogado-geral José Eduardo Cardozo na defesa da ex-presidente Dilma Rousseff.

O ministro da Casa Civil queria que Osório se demitisse, mas o advogado se recusou, afirmando que só sairia a mando de Temer. A saída do ex-AGU já era cogitada antes mesmo da confirmação do impeachment e a efetivação de Temer na Presidência, ocorridos na semana passada.

A exoneração de Osório e a nomeação de Grace foram publicados em edição extra do Diário Oficial da União de ontem. Temer conversou com o ex-advogado apenas por telefone para informá-lo de sua demissão. Em atitude mais amistosa, o presidente recebeu Grace para uma reunião em seu gabinete na manhã de ontem.

Representatividade

A nomeação de uma mulher para o posto visa minimizar as críticas feitas a Temer desde que assumiu o comando interino do país, em maio. Na época, apresentou um ministério composto apenas por homens. Desde então, o peemedebista tentava driblar as críticas dizendo que havia mulheres em cargos importantes, como à frente do BNDES e de seu gabinete pessoal.

Durante sua viagem à China, por exemplo, Temer minimizou a questão da representatividade de gênero, ao dizer que tanto fazia a nomeação de um homem ou de uma mulher para qualquer cargo.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*