Minha Cidade, Santo André, Sua região

19º Festival de Inverno de Paranapiacaba termina com público recorde de 110 mil pessoas

19º Festival de Inverno de Paranapiacaba termina com público recorde de 110 mil pessoas
Clube União Lyra-Serrano recebeu o ponto alto do fechamento do FIP neste último dia com o concerto da OSSA. Foto: Alex Cavanha/PSA

O 19º Festival de Inverno de Paranapiacaba (FIP) terminou neste domingo (28) com recorde de público, chegando a 110 mil visitantes nos quatro dias de evento. Somente neste final de semana, cerca de 51 mil pessoas passaram pela vila.

O FIP contou neste ano com cerca de 100 atrações entre apresentações musicais, de dança, teatro, literatura e exposições em diversos espaços da vila, além da parceria com o SESC. O Clube União Lyra-Serrano teve o ponto alto do fechamento do FIP neste último dia com o concerto da Orquestra Sinfônica de Santo André (OSSA).

A apresentação da OSSA emocionou o público presente no Lyra com a chamada abertura Festiva Op. 96, de Dmitri Shostakovsky, ‘O Jardim de Lady Walton’ e concerto para viola, orquestra e tanguero, de Roberto Molinelli, que contou com a participação da musicista russa Anna Serova, que além de tocar viola, fez passos de dança de tango com o bailarino Vagner Ferreira. O público pôde conferir ainda a obra ‘Sheherazade’, de Nikolai Rimsky-Korsakov. Ao final, o público presente aplaudiu em pé as apresentações comandada pela batuta do maestro Abel Rocha.

O prefeito Paulo Serra destacou o sucesso de mais uma edição do Festival de Inverno. “A cada ano vemos Paranapiacaba melhor, mais bonita e conservada, com a revitalização de vários equipamentos públicos, além da participação da população que ocupou a Vila tornando essa edição mais uma com recorde de público. No próximo ano certamente teremos mais visitantes, pois estamos extraindo ao máximo o potencial turístico deste importante cartão postal da nossa cidade”, comemorou.

Neste último dia do FIP diversos espaços ficaram lotados pelo público, que conferiu, entre as atrações, no palco Mercado, a banda Trem Doido, Filó Machado Sexteto, Mestre Lumumba e banda, que propôs uma viagem aos mais diversos ritmos brasileiros. No palco da rua Direita, Ciça Marinho, reconhecida divulgadora da música portuguesa, apresentou o show ‘Argonauta, Apenas Navegando’, que teve a participação do público no repertório de diversos cantores. A vila contou ainda com diversas interações com artistas de rua e várias atividades itinerantes para o público que ocupou os espaços durante todo o dia, além é claro, das boas opções gastronômicas.

A dona de casa Vanessa Moreira participou do Festival pela segunda vez e elogiou as melhorias que encontrou pela Vila, “Trouxe as crianças e encontramos, além do novo relógio, várias opções de entretenimento infantil que não tinha a primeira vez que viemos, o número de opções para comer também aumentou bastante, diminuindo o tempo de espera, adoramos o passeio”, destacou.

Restauro – Outro ponto de destaque desta edição do FIP foi o restauro da Torre do Relógio da estaçãor, que teve início em janeiro deste ano e voltou a funcionar após 10 anos parado. A última intervenção voltada à conservação da torre ocorreu em 2003. A obra contou com investimento de R$ 1,2 milhão e foi realizada pela MRS, por meio do Programa Nacional de Cultura (Pronac), do governo federal.

Além, do relógio, a Vila passa por importantes intervenções de restauro, como o Museu Castelo, que passou por reforma, além de outros locais que foram restaurados, como a Garagem das Locomotivas, a Oficina das Locomotivas, a Igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba e a Casa da Família Ferroviária (Casa Fox).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*