Esportes, Futebol, Paulistão

Bruno Henrique ‘dispensa’ a 11 e escolhe número 27 para homenagear a mulher

O Santos apresentou ontem (6) o último dos seis reforços contratados para 2017, e também o mais caro (R$ 15 milhões): o atacante Bruno Henrique, que estava no Wolfsburf, da Alemanha, e fez na manhã de ontem seu primeiro treino com bola juntamente com os demais companheiros.

Com a aposentadoria de Elano, que virou auxiliar técnico, Bruno Henrique teve a opção de escolher a camisa 11 para jogar, a mesma utilizada por Neymar. Porém, teve outra escolha: homenagear a esposa, pegando o número 27.

“Foi a data do meu casamento, e preferi homenagear minha esposa. Na Alemanha não consegui, mas aqui deu certo. Jogador não se faz por camisa. Tem de entrar em campo e demonstrar o seu valor com a camisa que for”, disse o atacante.

Bruno Henrique mostra a 27: “foi a data do meu casamento”.Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com passagens por Cruzeiro, Uberlândia-MG, Itumbiara-GO, Goiás e Wolfsburg-ALE, o jogador de 26 anos chega para disputar posição, especialmente, com Vitor Bue­­no e Copete, os atuais titulares do Santos – que, assim como ele próprio disse, jogam “pelas beiradas”.

“Somos uma equipe. Vai existir concorrência, mas Vitor Bueno e Copete fizeram um grande campeonato pelo Santos e fizeram por merecer. Cheguei agora e vou procurar meu espaço, sem tirar o espaço de ninguém. Vim para ajudar os companheiros”, disse o atacante, sem esconder onde prefere atuar.

“Sempre joguei pelas beiradas, que é onde eu me saio melhor. Tenho certeza de que vou me dar muito bem aqui no Santos”, acrescentou Bruno Henrique.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*