Arte & Lazer, Exposição

12ª edição do Salão de Arte Contemporânea de São Bernardo recebe mais de 450 inscrições

12ª edição do Salão de Arte Contemporânea de São Bernardo recebe mais de 450 inscrições
O concurso selecionará de 30 a 60 obras, que terão suas peças expostas na Pinacoteca em agosto, mês de aniversário da cidade; e quatro deles receberão prêmio em dinheiro. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

Mesmo com 12 anos de interrupção, o emblemático Salão de Arte Contemporânea de São Bernardo mostra sua força. O edital de chamamento público, cuja inscrição foi finalizada em 30 de junho, recebeu 454 inscrições. Os inscritos vieram de 17 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, e um dos Estados Unidos. O maior número de inscrições não veio do ABC, e sim da cidade de São Paulo, com 156 artistas inscritos. Curitiba (PR) foi a capital com o segundo maior número de inscritos, com 25. Artistas são-bernardenses também entraram na disputa, com 47 proponentes.

O Edital prevê a seleção de 30 a 60 obras individuais ou de coletivos artísticos nas seguintes categorias: desenho, escultura, cerâmica artística, colagem, pintura, instalação, design, quadrinhos, grafite, fotografia, gravura (litogravura, serigrafia, xilogravura, gravura em metal e congêneres), performance, assim como suas derivações e entrecruzamentos. Será concedida premiação em dinheiro, no total de R$ 10,5 mil, para quatro artistas escolhidos por uma comissão composta por especialistas em Artes Visuais. Também haverá em agosto, mês de aniversário da cidade, uma exposição na Pinacoteca com as peças inscritas.

 “O número de inscritos ultrapassou nossa expectativa. Trabalhávamos com um cenário de 100 a 150 inscritos, e, acima da previsão, em torno de 200. E ao final foram 454 inscritos. Apenas este fato mostra que o concurso é um grande sucesso. A Secretaria de Cultura e Juventude tem o objetivo de reatar, com o Salão de Arte Contemporânea, uma linha de continuidade de uma das políticas de cultura mais bem sucedidas. Grandes nomes do cenário nacional contemporâneo das Artes Visuais como Jair Glass, Sandra Cinto, Laerte Ramos, entre outros, foram artistas premiados em eventos anteriores”, afirmou o secretário Adalberto Guazzelli.

O Salão de Arte Contemporânea de 2019 tem como eixos orientadores o fomento à produção artística e a educação e difusão públicas do conhecimento em artes e da cultural em geral. A ação ainda se coloca como instrumento mediador de contato da população com a cidade e região, assim como com a diversidade de tendências e estilos de produtores em atividade para promover o debate das tendências e cenários da arte contemporânea.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*