Brasileirão, Esportes, Futebol

Palmeiras aguarda Mano e vê pressão atrapalhar Valentim

O Palmeiras tem Mano Menezes como “plano A” para 2018. O clube, no entanto, vai esperar o treinador definir seu futuro com o Cruzeiro para fazer uma proposta. Ontem (17), técnico e diretoria da equipe mineira se reuniram para discutir o projeto do ano que vem.

Logo depois de demitir Cuca, o clube paulista já começou a desenhar possíveis propostas para o gaúcho.

“O Palmeiras não vai fazer proposta até o Mano definir a situação com o Cruzeiro. Nem para o Mano, nem para qualquer outro treinador”, disse o diretor de Futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos.

Efetivar Alberto Valentim é uma das opções no clube, mas a diretoria já sabe que a pressão sobre o interino pode ser muito grande no ano que vem por causa do alto investimento e da cobrança por títulos.

“Neste ano já houve grande pressão. Ano que vem vai ser a mesma coisa, para ganhar tudo. O Palmeiras pensa no agora e, no agora, o técnico é o Valentim. O futuro a gente vê depois”, explicou Mattos.

O presidente Maurício Galiotte seguiu linha parecida. “O Valentim é excelente técnico e ainda está em desenvolvimento. É uma expectativa positiva, mas vamos pensar na vaga da Copa Libertadores”, afirmou o mandatário.

Ainda sem técnico, o Palmeiras segue seu planejamento para 2018 e conta com a vaga para a Libertadores na próxima temporada.

“A gente está vendo o planejamento como sempre foi. (Envolve) todos os profissionais de futebol, não depende só de técnico. Quando o Cuca chegou trouxe um monte de jogadores depois de termos feito o planejamento. Não depende só do técnico”, ressaltou Mattos.

O Palmeiras deve ter mais cautela e contratar menos para 2018. “O que precisa mexer é muito pontual. No início, em 2015, precisava radicalizar. Agora precisa de uma coisinha ou outra, pois 80%, 85% do elenco já está aí”, disse.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*