Michels: 'o prefeito é quem escolhe candidato a deputado' | Diário Regional

Michels: ‘o prefeito é quem escolhe candidato a deputado’

07/09/2017 4:40
Print Friendly, PDF & Email

Lauro Michels: “o governo vai ter de buscar consenso entre esses possíveis candidatos”. Foto: ArquivoO prefeito de Diadema e presidente municipal do PV, Lauro Michels, afirmou em evento da prefeitura, na noite de ontem (6), que o nome que será candidato do governo na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa será definido por ele. “O governo tem três pré-candidatos a deputado estadual, mas quem vai decidir isso é o prefeito. Vou definir por meio de pesquisa e consenso de grupo, porque ninguém faz nada sozinho. Como sou o timoneiro nesse barco, quem vai definir esse nome sou eu e quem quiser ficar no grupo vai ter de respeitar isso”, declarou.

Os nomes aos quais o verde se referiu são do vice-prefeito Márcio Paschoal Giudicio, o Márcio da Farmácia (PV), a secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Regina Gonçalves (PV) e o presidente da Câmara Municipal, Marcos Michels (PSB). Lauro destacou que os três pré-candidatos têm condições de participar da disputa – Regina já chegou a exercer o mandato de deputada estadual como suplente, e Márcio da Farmácia recebeu mais de 40 mil votos na eleição de 2014 – e que esse debate deve ser feito “com os pés no chão”.

“O governo vai ter de buscar consenso entre esses possíveis candidatos, para termos uma unificação e para que tenhamos êxito na eleição. Vamos conversar com os agentes políticos e trabalhar com pesquisa na cidade para ter um direcionamento certo do que a gente pretende fazer”, afirmou. “Vamos buscar a união e o consenso, porque governo dividido não elege ninguém”, completou.

Regina Gonçalves afirmou que seu desempenho em eleições anteriores naturalmente a credencia a ser uma pré-candidata. Porém, reforçou que a discussão tem sido feita em grupo. “O PV se reuniu na última segunda-feira para discutir estratégias; os rumos do partido. Não estamos discutindo ainda 2018”, pontuou.

Câmara Federal

Se existe dúvida sobre quem o governo vai apoiar como candidato a deputado estadual, o mesmo não se repete quanto ao candidato que vai disputar vaga na Câmara Federal. Presença constante em eventos de Michels, o deputado estadual Alex Manente (PPS) também esteve ontem na inauguração de mais um ecoponto da cidade e já é praticamente certo que vai contar com o apoio do governo de Diadema na tentativa de reeleição.

Na semana passada, Manente declarou durante evento do PPS local que Lauro Michels pode ser candidato a vice-governador, além de convidar o verde para se filiar ao seu partido. Mais comedido, desta vez Michels desconversou sobre o tema. “Tenho um compromisso de cumprir meus quatro anos de mandato. Porém, se for alçado a uma coisa importante que vá fazer com que a cidade cresça, tenho um vice com condições de ficar no meu lugar, por que não?”, pontuou.

Além da questão de escolher o candidato a deputado estadual em 2018, o governo já olha também para 2020 e em quem vai ser o candidato para suceder Lauro Michels. Tanto Regina quanto Márcio da Farmácia despontam como os mais prováveis, e o governo entende que o resultado alcançado em 2018 será fundamental para essa escolha.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: