Diadema discute coleta seletiva porta a porta | Diário Regional

Diadema discute coleta seletiva porta a porta

07/09/2017 4:44
Print Friendly, PDF & Email

Michels inaugurou o ecoponto do Jardim das Nações, que receberá resíduos sólidos e entulho. Foto: DivulgaçãoA Prefeitura de Diadema está discutindo com o Departamento de Economia Solidária da administração e as cooperativas de reciclagem da cidade a implementação de coleta seletiva porta a porta. O projeto começa com a construção de uma nova central de triagem no ecoponto Chico Mendes, e após a conclusão, demolição e reconstrução da central que fica localizada no Departamento de Limpeza Urbana.

“Precisamos reconstruir porque o projeto está defasado. Assim que a do Chico Mendes ficar pronta, transferimos o pessoal que trabalha no DLU (Departamento de Limpeza Urbana) para lá e iniciamos a reconstrução. Com as duas centrais de triagem concluídas, vamos dar início à coleta, a fim de termos o material para a triagem”, explicou o secretário de Obras e Serviço, José Marcelo Ferreira Marques, durante inauguração de mais um ecoponto, no Jardim das Nações.

“Não quero falar em prazos, porque tudo depende das obras. Porém, com certeza antes do final da minha gestão a cidade vai contar com a coleta seletiva porta a porta, nem que seja apenas em alguns bairros, no começo”, declarou o prefeito Lauro Michels (PV). As cooperativas que atuam na cidade já têm triado parte do material que chega aos nove ecopontos da cidade. “Já são quase 40 pessoas trabalhando e conseguindo renda de até R$ 1,2 mil ao mês”, afirmou o presidente da Câmara, Marcos Michels (PSB).

Os recursos para a construção da primeira central já estão aprovados e serão aportados pelo governo federal. O edital para obra da unidade do ecoponto Chico Mendes deve ser lançado em poucos dias e a expectativa é que a obra tenha início até dezembro. Diadema já teve projeto-piloto de coleta seletiva em algumas regiões da cidade, implementado em parceria com as cooperativas, porém, não foi continuado.

Ecoponto

A Prefeitura de Diadema inaugurou ontem (6) mais um ecoponto, no Jardim das Nações. O novo depósito, construído na rua Espanha esquina com a avenida Dom João VI (próximo à Delegacia Seccional), recebe pequenas quantidades entulho, além de bagulhos e outros resíduos sólidos.

Para a moradora Selma Ferraz de Sousa Beraldi, residente há quase 40 anos, na rua Espanha, o novo ecoponto vai trazer limpeza, segurança e saúde à vizinhança. “Há aproximadamente um ano era tanto lixo e colchões velhos neste terreno, que precisei pedir socorro aos bombeiros para apagar um incêndio no local”, explicou. “Espero que nunca mais tenhamos problemas com ratos, insetos e mau cheiro”, completou.

O volume de resíduos descartado pela população nos ecopontos tem crescido bastante na cidade. “Juntos, os oito ecopontos municipais já estão recebendo por volta de 1.000 toneladas por mês, o equivalente a quase 300 caçambas de resíduos”, explica o secretário municipal de Serviços e Obras. “Até o final deste ano vamos concluir a construção de mais um ecoponto, para melhorar ainda mais a vida dos moradores e a limpeza do município”, destacou.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: