Exportações do ABC têm melhor 1º semestre desde 2014 | Diário Regional

Exportações do ABC têm melhor 1º semestre desde 2014

13/07/2017 7:00
Print Friendly

Beneficiado pelo desempenho recorde do setor automotivo, as exportações de empresas do ABC registraram, no primeiro semestre, o melhor resultado em três anos. De janeiro a junho, os sete municípios enviaram US$ 2,57 bilhões ao exterior, valor 13,34% superior ao auferido no mesmo período do ano passado (US$ 2,27 bilhões).

De acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exte­rior e Serviços (MDIC), o montante é o maior desde o primeiro semestre de 2014, quando os embarques somaram US$ 2,59 bilhões.
Em junho, as receitas chegaram a US$ 515,3 milhões, alta de 15% em relação ao obtido no mesmo mês do ano passado e melhor resultado desde julho de 2015.

Sede de seis montadoras (Volkswagen, Ge­neral Motors, Ford, Scania, Mercedes-Benz e Toyota), o ABC tem no setor automotivo sua principal pauta exportadora. As vendas externas de automóveis, comerciais leves, caminhões e chassis de ônibus oriundas de São Bernardo e São Caetano somaram US$ 1,15 bilhão no primeiro semestre, com aumento de 20,1% an­te ao apurado no mesmo pe­ríodo do ano passado.
As montadoras têm apostado nas exportações para amenizar a crise no mercado interno, que regrediu ao nível de 2004, e reduzir a ociosidade nas fábricas, atualmente na casa de 50%.

É o caso, por exemplo, da Mercedes-Benz, que encerrou o primeiro semestre com crescimento de 44% no embarque de caminhões, para 3.965 unidades, e de 24% no de ônibus, para 3.354 – a empresa não divulgou valores.

Atualmente, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), de cada dez veículos produzidos no país, três são exportados.

Segunda receita externa mais importante dos sete municípios, as exportações de autopeças aumentaram 7,9% no primeiro semestre, para US$ 645 mi­lhões.

grafico-exportacoes

Importações

As importações do ABC também cresceram, mas em maior magnitude. Segundo o MDIC, a região comprou no exterior US$ 1,83 bilhão no primeiro semestre, montante 16% superior ao apurado no mesmo período de 2016.

Como resultado, a balança comercial do ABC ficou positiva (exportações superiores às importações) em US$ 748 milhões no primeiro semestre.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: