Brasileirão, Esportes, Futebol

Corinthians vence o Cruzeiro e segue na liderança do Brasileiro

Balbuena comemora o único gol do jogo em Itaquera. Foto:  Luis Moura/WPP/FolhapressEm um jogo muito estudado, principalmente no primeiro tempo, o Corinthians precisou da bola parada para furar a marcação do Cruzeiro e vencer por 1 a 0, ontem (14), no Itaquerão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem poder contar com Fagner e Rodriguinho, que estavam com a seleção brasileira, o técnico Fábio Carille escalou a mesma equipe do duelo contra o São Paulo. Paulo Roberto atuou na lateral direita, enquanto Marquinhos Gabriel entrou no meio. O jogador atuou aberto pela direita e Jadson jogou mais centralizado na função de Rodriguinho.

Apesar de manter o padrão tático e ter até mais posse de bola do que o rival na etapa inicial (63% a 37%), o Corinthians não conseguiu fazer triangulações e infiltrações. O time mineiro priorizava a marcação e, muitas vezes, tinha todos os jogadores atrás da linha de meio de campo.

Mano Menezes pode ter adotado esse estilo por conhecer bem Fábio Carille. O treinador corintiano foi seu auxiliar em duas oportunidades no Corinthians. Também foi observador técnico da seleção comandada por Mano na Copa América de 2011. Assim, o gol surgiu em uma bola parada. Aos 42 minutos, Jadson cobrou escanteio e Balbuena cabeceou para abrir o placar em Itaquera.

No segundo tempo, o Cruzeiro se expôs mais. Mano colocou o meia Alison no lugar do volante Henrique. Mesmo assim, as melhores chances continuaram em lances de escanteio para os dois lados.

Aos seis minutos, livre na pequena área, Ábila isolou por cima do gol de Cássio. O Corinthians respondeu em duas cobranças feitas por Jadson e com cabeçadas de Pablo, que exigiram defesas de Fábio.

Com o passar do tempo, o Cruzeiro aumentou a pressão e insistiu nos cruzamentos, mas o Corinthians conseguiu se segurar. Nos acréscimos, Cássio fez boa defesa em chute de Rafael Sóbis.

A equipe continua na liderança isolada da competição, agora com 19 pontos. Desde 2003, quando o torneio passou a ser disputado em pontos corridos, nenhum time atingiu essa pontuação após sete jogos. A melhor marca era do Cruzeiro, que somou 17 pontos (12 gols de saldo) em 2003. Corinthians (2011 e 2010) e o Atlético-MG (2009) fizeram a mesma pontuação, mas com saldo inferior.

 

CORINTHIANS 1 X 0 CRUZEIRO

Gol: Balbuena, aos 42 minutos do 1º tempo. Ár­bi­tro: Leandro Vuaden (RS). Renda: R$ 1.462.205 (30.465 pagantes). Estádio: Arena Corinthians, ontem à noite.

CORINTHIANS

Cássio; Paulo Roberto, Bal­buena, Pablo e Arana; Gabriel e Maycon; M.Gabriel (Clayson), Jadson (Giovanni Augusto) e Romero (Camacho); Jô. Técnico: Fábio Carille.

CRUZEIRO

Fabio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Henrique (Alisson) e Ariel Cabral; Thiago Neves (Rafael Marques), Ábila e Rafinha (Sobis).  Técnico: Mano Menezes.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*