Esportes, Futebol

Jogadores testados vão bem, mas Tite não evita derrota para a Argentina

Gabriel Jesus perdeu um gol feito em Melbourne. Foto: Lucas Figueiredo/CBFA seleção brasileira foi derrotada ontem (9) por 1 a 0 pela Ar­gentina, em amistoso realizado em Melbourne. O lateral-direito Gabriel Mercado fez o único gol do jogo, após aproveitar rebote de cabeçada na trave de Otamendi.

O técnico Tite, que sofreu sua primeira derrota no comando do time nacional, optou por poupar jogadores importantes como Marcelo, Daniel Alves e Neymar e usou o amistoso para testes. Dos testados, Thiago Silva, Gil, Fernandinho e Willian tiveram boa atuação.

Os dois zagueiros conseguiram anular o forte ataque argentino e mostraram a Tite que podem ser úteis na sequência do trabalho.

O volante conseguiu impedir que Messi jogasse e mostrou boa saída de bola. Por fim, o atacante, veloz e participativo, criou boas chances pelos lados.

Por outro lado, Fagner deu muito espaço a Di María e não aproveitou bem sua chance, assim como Douglas Costa, que chegou até mesmo a atrapalhar alguns ataques. Filipe Luis e Rafinha tiveram atuações regulares, alternando bons e maus momentos na partida, e o goleiro Weverton não teve culpa no gol, mas também não precisou fazer defesas difíceis.

O time sentiu a falta de entrosamento. Ainda assim, criou algumas claras de gol. Na melhor delas, Gabriel Jesus driblou o goleiro e chutou na trave. No rebote, Willian também acertou o poste.

“O sentimento é o ruim de perder, mas temos de saber absorvê-lo. Também temos de avaliar esses aspectos de desempenho”, disse Tite, em entrevista à “CBFTV” após a partida

Para a Argentina, que foi com força total para o jogo, a vitória na estreia do técnico Jorge Sampaoli dá moral para a sequência das Eliminatórias.

 

BRASIL 0 X 1 ARGENTINA

Gol: Mercado, aos 44 minutos do 1º tempo. Árbitro: Chris Beath (AUS). Estádio: Melbourne Cricket Ground, em Melbourne (Austrália), ontem.

BRASIL

Weverton, Fagner (Rafinha), Thiago Silva, Gil e Filipe Luís; Fernandinho; Paulinho (Giuliano), Renato Augusto (Douglas Costa), Coutinho e Willian; Gabriel Jesus (Taison). Técnico: Tite.

ARGENTINA

Romero, Gómez (Tagliafico), Maidana, Otamendi e Mercado (Mammana); Biglia, Banega (Lanzini) e Di Maria; Dybala (Guido Rodríguez), Messi e Higuaín (Joaquín Correa). Técnico: Jorge Sampaoli.

 

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*