Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

São Bernardo recebe equipamento para realizar exame oftalmológico

Prefeitura vai atender 9 mil pacientes com diabete e hipertensão. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC A Prefeitura de São Bernardo, em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado, iniciou nesta semana o exame oftalmológico de retinografia. O equipamento foi instalado na Policlínica Centro (avenida Armando Ítalo Setti, no Baeta Neves) e tem como objetivo atender os 9 mil pacientes com diagnóstico de diabete e hipertensão do município.

A máquina, que realiza o exame, possui uma câmera fotográfica acoplada ao equipamento, que tira uma foto e analisa os vasos do fundo de olho do paciente. A imagem captada é enviada, via internet, para uma central, que aponta alterações e possíveis evoluções das doenças (diabete e hipertensão), que podem ocasionar a cegueira e até mesmo prevenir doenças cardíacas, como AVC e derrames.

Os pacientes serão convocados para realizar o exame, por meio dos agentes comunitários de Saúde. Logo no primeiro mês, cerca de 1.100 pacientes já foram chamados para fazer o exame. Realizarão a tele retinografia, pessoas com mais de 45 anos, com diagnóstico de diabete hipertensiva ou pacientes que já acompanham a doença há mais de cinco anos. Os doentes que forem indicados para cirurgia, realizarão os exames pré-operatórios no município e a cirurgia pelo Estado São Paulo.

Exame

A aposentada Maria de Lourdes, 65 anos, cuida da doença há 30 anos. Ela foi uma das primeiras pessoas a realizar o exame. “Um agente de saúde me ligou e disse que eu tinha um exame marcado aqui na Policlínica. Cheguei e me surpreendi com o exame, já tinha feito pelo convênio, mas é a primeira vez que vejo no serviço público”, ressaltou a aposentada.

Miguel de Sousa, 70 anos, também foi um dos pacientes que realizou o procedimento. O aposentado descobriu que tem diabetes há quatro anos e, desde então, realiza acompanhamento médico. “Foi a primeira vez que fiz esse exame. Nunca nem tinha ouvido falar. As enfermeiras me explicaram que após o procedimento, vou conseguir acompanhar melhor a minha diabetes. Sei que preciso me cuidar, morro de medo de ficar cego”, afirmou.

O prefeito Orlando Morando (PSDB) destacou a vinda do equipamento para São Bernardo como mais uma conquista para a saúde do município. “Esse exame, custa em média no serviço particular de R$350 a R$ 400. Conseguimos trazer este equipamento de graça. Ninguém vai pagar para realizar o procedimento. A ação permite diagnóstico precoce, assim vamos conseguir oferecer um tratamento de qualidade a quem precisa”, pontuou.

O secretário de Saúde de São Bernardo, Geraldo Reple, elogiou a a parceria. “A Retinografia é um exame muito importante. Consegue demonstrar a real situação dos vasos sanguíneos do globo ocular e prevenir diversas doenças relacionadas à diabetes”, disse.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*