Em Santo André, Hospital Dia vai homenagear ex-prefeito Newton da Costa Brandão | Diário Regional

Em Santo André, Hospital Dia vai homenagear ex-prefeito Newton da Costa Brandão

21/04/2017 6:30
Print Friendly

Foto: ArquivoA Prefeitura de Santo André vai reinaugurar no próximo dia 25 o Hospital Dia no Centro Hospitalar Municipal, que também passa a se chamar Hospital Newton da Costa Brandão, em homenagem ao ex-prefeito da cidade. “São 105 anos do Hospital Municipal. A gente vai fazer uma homenagem e o equipamento vai levar o nome do Dr. Brandão”, afirmou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

O Hospital Dia vai retomar a realização de cirurgias eletivas de baixa complexidade. “Essas cirurgias não eram feitas desde o ano passado. Foi preciso um pouco de investimento e gestão, boa vontade, iniciativa de verdade, e o serviço será retomado”, completou.

Segundo o chefe do Executivo andreense, não existe uma explicação clara para a interrupção das cirurgias eletivas, que deixaram de ser realizadas em agosto de 2016. “Assim como o Banco de Alimentos, que foi fechado em outubro e reaberto hoje, algumas coisas não precisavam estar paradas, fechadas, prejudicando a população”, pontuou.

Mutirão

O projeto Saúde Fila Zero, que vai trocar dívidas de hospitais e clínicas com a administração por consultas, exames e cirurgias, começará os atendimentos na próxima semana. O prefeito Paulo Serra considera esse o principal programa de sua gestão. “São mais de 112 mil consultas e exames parados há mais de dois anos. Um verdadeiro crime que se cometia na cidade. A forma que a gente encontrou para zerar essa fila, sem gastar dinheiro, trocando por dividas dos equipamentos e das empresas de saúde da cidade, foi uma solução muito criativa”, declarou.

Dos 15 estabelecimentos que devem cerca de R$ 246 milhões em débitos com Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto Sobre Serviços (ISS), os dois maiores devedores são o Hospital e Maternidade Christovão da Gama e a Clínica Ana Rosa. “Eles respondem por 90% da dívida”, explicou Serra. “Vamos esperar a primeira semana e depois vamos fazer busca ativa (com os devedores). Nosso proposito é zerar a fila, se a gente conseguir em dois meses é melhor do que até o final do ano. Claro que se a gente zerar até o final do ano já é bom, porque é uma fila imensa”, concluiu. Atualmente, aguardam na fila de espera 60 mil pacientes para exames e 55 mil pacientes para consultas.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: