Cuidados com os pés no verão | Diário Regional

Cuidados com os pés no verão

17/01/2017 6:05
Print Friendly

Para evitar o ressecamento e as rachaduras dos pés, cuide deles constantemente; os cremes e a esfoliação ajudam no tratamento

Com a chegada do verão, os sapatos e tênis dão lugar aos chinelos e sandálias. Por isso, a preocupação com os pés aumenta. Para quem quer desfilá-los bonitos durante a estação, o ideal é tratá-los com creme e esfoliação.

Principalmente para quem estiver acostumado a ficar muito tempo descalço ou mesmo já tiver a pele ressecada ou com rachaduras no calcanhar, é preciso termais paciência para que o aspecto da região melhore.

“O ideal seria que a hidratação fosse constante. Assim,no verão, eles já estariam prontos para ser mostrados”, introduza podóloga Luciana da Trindade.

Para o modelo e ator Marco Tarcitani, 50 anos, os cuidados são frequentes. Além de aparecer de corpo inteiro em algumas propagandas, ele também empresta seus pés e suas mãos para comerciais que mostram apenas estas partes do corpo. “Sou modelo demão há dez anos, e o número de trabalhos com elas ainda é maior do que a procura pelos pés. Mesmo assim, eu os mantenho limpos, bem-hidratados e com pelos aparados”, conta.

Sobre a hidratação, a dermatologista Paula Sanchez explica que, em cremes para os pés, o principal componente químico é aureia. “A concentração dela varia de10%a 20%. A glicerina e as manteigas, como a de karitê, também os compõem.”

Grávidas devem ficar atentas em sua escolha, pois, para elas, os cremes à base de ureia não são indicados.

Outra questão importante é o uso das lixas. Para Paula, elas devem ser deixadas de lado. “A fricção exagerada é interpretada pelo organismo como uma agressão, e, como mecanismo de proteção, a pele do pé se torna mais espessa. O ideal para retirar a pele excedente e ‘morta’ são as esfoliações.”

Já a podóloga Luciana diz que,com movimentos suaves e uso uma vez por semana, a lixa pode promover um a renovação positiva de células.

A esteticista Maria de Fátima Lima Pereira concorda: “Ela deve ser usada com moderação. O afinamento excessivo da pele nessa região faz com que o tecido fique fino e dolorido a ponto de desencadear rachaduras. Portanto, deve haver cuidado com exageros”.

A especialista lembra também que tão importante quanto a hidratação é a realização do escalda-pés, para melhorar circulação e reduzir inchaço localizados. “Para isso, aqueça a água o suficiente para deixá-la morna e adicione óleos essenciais que, além do tratamento direcionado, ainda estimulam pontos reflexos das plantas dos pés.”

Ela se refere a regiões que,massageadas no pé, interferem no funcionamento de diferentes partes do corpo, aliviando dores e tensões nesses locais.

Maria de Fátima indica, para o ritual, os óleos de gérmen de trigo, de rosa mosqueta, de girassol e de macadâmia. Para cada litro de água, são necessárias duas gotas de óleo.

(Por Julia Couto)

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: