Morre dom Tomás Baduino, um dos criadores da Pastoral da Terra | Diário Regional

Morre dom Tomás Baduino, um dos criadores da Pastoral da Terra

04/05/2014 8:23
Print Friendly

Balduíno teve papel de destaque na Igreja Católica - Foto: DivulgaçãoSÃO PAULO – Bispo emérito da cidade de Goiás (GO) e um dos criadores da Comissão Pastoral da Terra (CPT), dom Tomás Balduino morreu na noite de sexta-feira (2), aos 91 anos. De acordo com nota divulgada pela Pastoral, o frade dominicano estava internado desde 24 de abril no Hospital Neurológico, em Goiânia, e morreu em decorrência de uma embolia pulmonar, às 23h30.

Balduíno teve papel de destaque dentro da Igreja Católica nas questões da reforma agrária e indígena. Participou da criação do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), em 1972, da qual foi presidente entre 1980 e 1984, e da Comissão Pastoral da Terra, em 1975.

Nascido em Posse (GO), em 1922, também foi presidente da CPT entre 1999 e 2005. Além de frade dominicano, Balduíno era formado em teologia e filosofia – disciplina da qual também foi professor. Em 1965, enquanto trabalhava com índios na Pastoral da Prelazia, no Pará, concluiu o mestrado de antropologia e linguística.

Combate à ditadura

Na época, o religioso estudou e aprendeu kayapó, língua dos índios Xicrin e Kayapó, e teve contato pela primeira vez com conflitos de terra entre empresas agropecuárias, posseiros, grupos indígenas e trabalhadores rurais. Crítico da ditadura brasileira (1964-85), foi nomeado bispo da cidade de Goiás (GO) em 1967.

Depois, foi membro do Conselho Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social e do Conselho Nacional de Educação. Em 2005, foi também nomeado conselheiro permanente da Comissão Pastoral da Terra. Segundo a instituição, seu posto no conselho não deve ser preenchido por outro nome.

O corpo de dom Tomás Balduíno será velado na igreja São Judas Tadeu, em Goiânia, até as 10h de hoje. Em seguida, será levado para a cidade de Goiás (GO), onde será velado até às 9h de amanhã, quando será sepultado na própria catedral.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: