Água Santa empata em Sertãozinho e adia o sonho do acesso | Diário Regional

Água Santa empata em Sertãozinho e adia o sonho do acesso

04/05/2014 12:43
Print Friendly

Ainda não foi desta vez que o Água Santa comemorou o acesso à Série A2 do Campeonato Paulista. A equipe empatou com o Sertãozinho por 1 a 1 na manhã deste domingo no Estádio Frederico Dalmazo, pela quarta rodada do quadrangular decisivo da A3, e se não “carimbou o passaporte”, continua muito perto de se juntar a Santo André e São Caetano no próximo ano.

O Água Santa subiu para oito pontos e ocupa a segunda posição do Grupo 3 – o líder Novorizontino tem a mesma pontuação, mas leva vantagem no saldo de gols. O Sertãozinho, por sua vez, é o terceiro com quatro e o São José B é o lanterna com um. Para garantir o acesso à Série A2, o Netuno precisa de uma vitória nas duas partidas que restam na segunda fase – na próxima quarta-feira contra o Novorizontino, no Baetão, em São Bernardo; e no domingo contra o São José B, em Bragança Paulista.

A pressão que se esperava do Sertãozinho no início do jogo não existiu. Desde os primeiros minutos, ao contrário do que ocorreu na partida de São Bernardo, o Netuno soube marcar o meia Rogerinho e o atacante Rodriguinho, os mais habilidosos do Touro dos Canaviais, e pouco foi importunado.

Não por acaso, tocando a bola com consciência, o Água Santa criou a primeira oportunidade da partida. Aos sete minutos, Ricardinho recebeu pela meia direita, cortou para o centro e chutou. A bola resvalou em Patrick e sobrou na pequena área para Francisco Alex – que, em dúvida sobre se estava ou não impedido, acertou o pé da trave de Cleriston.

“Não se pode perder um gol desse”, lamentou o técnico do Água Santa, Márcio Ribeiro, à Rede Vida. Antes mesmo que o cronômetro marcasse 25 minutos, o treinador foi obrigado a fazer a primeira alteração. O atacante Patrick, que voltou à equipe após longo período no departamento médico, sentiu contusão e deixou o campo – o também atacante Lila entrou em seu lugar.

Aos poucos, o Sertãozinho cresceu e, pelo lado esquerdo, levou perigo ao goleiro Maurício. A equipe da casa chegou pela primeira vez os 31 minutos, com Juninho, que chutou com veneno da entrada da grande área, à direita do gol. Aos 38, o lateral-esquerdo Vandinho cruzou e o atacante Adriano Paulista, livre, escorou de cabeça para fora. Aos 45, Maurício fez boa defesa em chute de Osman.

Mais ofensivo

O segundo tempo mostrou um Água Santa disposto a sair para o jogo e a postura mais ofensiva foi premiada com o gol. Aos seis minutos, o lateral direito Domingos fez ótima jogada pela direita, passou por dois jogadores e serviu Francisco Alex na grande área. O jogador cruzou e o zagueiro Diego Araújo, como se fosse um atacante, concluiu para o fundo do gol de Cleriston.

O gol enervou o Sertãozinho, pressionado pela necessidade da vitória – ao ser substituído por Vinicius Reis, o atacante Adriano Paulista jogou um copo de água em um torcedor que, junto ao alambrado, reclamou de sua atuação. Sobrou para o camisa 9 o cartão amarelo. Em dez minutos de “apagão” do time da casa, o Água Santa criou boas chances em chute de longe de Ricardinho, para fora, e em jogada de Francisco Alex, que “chapelou” o zagueiro Dema na grande área, mas errou a finalização ao chutar a bola sobre o travessão.

Quando o Netuno era melhor e parecia perto do segundo gol, o Sertãozinho empatou, aos 27 minutos, em chute despretensioso da intermediária do volante Élder – a bola rasteira entrou no canto esquerdo de Maurício. A equipe da casa quase virou no minuto seguinte, em chute do lateral Vandinho, que acertou o travessão.

A pressão do Sertãozinho prosseguiu até o fim do jogo e o Touro quase chegou à virada aos 43, em cobrança de falta de Osman, que Maurício espalmou para escanteio. Marcelinho havia entrado no lugar do meia Ricardinho, mas o “talismã” do Água Santa não reeditou as boas atuações anteriores. No fim, o empate ficou de bom tamanho para o Netuno, que poderá garantir o acesso em São Bernardo.

FICHA TÉCNICA

SERTÃOZINHO 1 X 1 ÁGUA SANTA

SERTÃOZINHO

Cleriston; Lucas, Andrezão, Dema e Vandinho; Élder, Juninho (Marcinho), Osman e Rogerinho (Robert); Rodriguinho e Adriano Paulista (Vinicius Reis). Técnico: José Carlos Serrão.

ÁGUA SANTA

Maurício; Domingos, Diego Araújo, Di Fábio e Thiago Pereira; Serginho, Wanderson, Piovesan e Ricardinho (Marcelinho); Francisco Alex (Sigmar) e Patrick (Lila). Técnico: Márcio Ribeiro.

Gols: Diego Araújo, aos seis, e Élder, aos 27  minutos do segundo tempo.

Árbitro: Cássio Luiz Zancopé.

Local: Estádio Frederico Dalmazo, em Sertãozinho.

 

 



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: