Projeto em Diadema quer liberar transporte público para animais | Diário Regional

Projeto em Diadema quer liberar transporte público para animais

29/04/2014 10:45
Print Friendly

Maninho: “transporte será permitido apenas para pets de pequeno porte, até 10 quilos”O vereador e presidente da Câmara de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), apresentou projeto de lei que pretende permitir que animais de estimação de pequeno porte sejam transportados nos ônibus que circulam na cidade. Segundo o parlamentar, o transporte seria limitado a dois animais por veículo, sempre em caixas de transporte adequadas para animais de até dez quilos.

“Estão falando nas redes sociais que vai poder cães grandes, que vão sujar o ônibus, morder os passageiros. Não é nada disso”, explicou o autor do projeto. Segundo Maninho, a ideia é ajudar pessoas que não tenham carro, por exemplo, mas precisam levar os animais ao veterinário. “Foi uma solicitação do movimento. Existem protetores na cidade que me procuraram e eu sou vereador. Tenho de atender as necessidades da população, mesmo que isso desagrade algumas pessoas”, completou.

O projeto prevê que o transporte dos animais não implique no pagamento de nova passagem. “Será gratuito. Dentro da caixa de transporte, no máximo dois por veí­culo, para não atrapalhar ninguém”, concluiu o parlamentar.

Para a protetora independente e moradora de Diadema Darlene Périgo, a iniciativa seria uma grande ajuda para quem trabalha pelos animais. “Facilitaria muito a nossa vida. Faço campanhas de castração gratuita e quando o dono não tem carro, tenho de buscar os animais em casa. Se fosse possível transportá-los nos ônibus, isso seria resolvido”, afirmou.

Causa animal
Esse não é o primeiro projeto de Maninho que tem como objetivo melhorias para os animais de estimação. Em julho de 2013, o vereador apresentou propositura que cria o dia da “Cãominhada”, evento que deve reunir os donos de animais e seus pets para um passeio pela cidade. Não foi definida data específica, mas o texto sugere que seja realizada anualmente na semana do dia 4 de outubro. “Tive conhecimento de um projeto semelhante em Santos e achei que poderia replicar na nossa cidade”, explicou. Nenhuma edição do evento foi realizada até o momento.

Maninho articula, também, junto aos governos federal e estadual, obtenção de recursos para a criação de um hospital veterinário. Segundo o parlamentar, o projeto seria oneroso e a prefeitura não conta com recursos para a realização, por isso, só seria viável por meio de parceria. “A prefeitura poderia ter alguma contrapartida, como um terreno ou um imóvel, mas a construção e o custeio teriam que ser dividido entre os outros entes da federação”, completou.

Palavras-chave:


2 Comentários

  • Au Au Au

    Certamente o vereador e seus pares não utiliza ônibus, pois se utilizasse não proporia um projeto tão estapafúrdio como esse. Falta de imaginação. Porque não propõe projeto de lei para os animais serem transportados nos carros oficiais da Câmara, em especial no carro do presidente???

  • José Maia

    Mais uma cópia inteligente, acho muito justo já que sobra espaço nos ônibus. Deveriam criar uma lei que os vereadores transportassem os animais em seus carros oficiais, esses sim confortáveis.

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: