Nobre admite saída de Alan Kardec | Diário Regional

Nobre admite saída de Alan Kardec

29/04/2014 3:54
Print Friendly

Nobre: “a única hipótese (de renovar) seria o Alan romper com o pai”. Foto:  Daniel Vorley/AGIF/FolhapressAlan Kardec, 25 anos, não é mais jogador do Palmeiras, conforme anunciou ontem (28) o presidente do clube, Paulo Nobre. O atacante deve ser anunciado oficialmente pelo rival São Paulo nos próximos dias. A reportagem apurou com pessoas envolvidas na negociação que o jogador ainda vai fazer exames médicos antes de assinar com o São Paulo. O atacante terá um contrato de cinco anos e vai receber cerca de R$ 400 mil mensais no clube.

Como a transferência será tratada com o Benfica, dono dos direitos econômicos do jogador, Alan Kardec só poderá atuar pelo time tricolor após rescindir o empréstimo com o Palmeiras – que terminaria no dia 30 de junho. Ainda assim, para entrar em campo, o atacante terá de esperar até julho, quando a janela de transferência internacional será reaberta.

Ontem, além de admitir o fracasso na negociação, Paulo Nobre dedicou sua entrevista para atacar o São Paulo por se “intrometer de forma sorrateira” nas tratativas. “Tínhamos um mês de prazo (para renovar) e estávamos próximos do desfecho positivo. Porém, no curso da negociação, de forma sorrateira, um time procura o jogador? Isso é extremamente antiético”, disse Nobre.

O Palmeiras se reuniu cinco vezes com o estafe do jogador e teve as três propostas de renovação rejeitadas. Após tomar ciência da investida do São Paulo, o Palmeiras até igualou os 4,5 milhões de euros (R$ 14 milhões) oferecidos pelo rival ao Benfica, mas não superou a proposta salarial. A oferta final do clube alviverde foi de R$ 240 mil mensais, mais bônus por produtividade.

No último sábado, Alan Kardec, pai, empresário e homônimo do atacante, afirmou a Nobre que o filho já estava apalavrado com outra equipe e encerrou as negociações. “A única hipótese (para renovar) seria Alan romper com o pai, para não administrar mais a carreira do filho”, disse Nobre.

O presidente Carlos Miguel Aidar passou a tarde de ontem na posse da nova diretoria tricolor. Ele não retornou as ligações da reportagem até as 20h.

Inatividade
Alan Kardec está em Barra Mansa (RJ), sua terra natal, a 300 km de São Paulo. Não terá problema em retornar para a Capital paulista para fazer exames médicos. Mas terá de esperar até 16 de julho para jogar oficialmente – quando o Brasileiro será retomado após a pausa para a Copa.

O período de inatividade não o preocupa. Segundo o pai, Kardec ficou quase um mês parado durante a Copa das Confederações e manteve a forma. “Voltou até mais tranquilo e goleador.”
Seu último jogo foi no dia 20, contra o Criciúma, quando fez o gol da vitória por 2 a 1. No último sábado, na derrota para o Fluminense por 1 a 0, alegou gastrite para desfalcar o Palmeiras.

Kardec é o principal jogador do time em 2014, com dez gols em 17 jogos. Chegou até a ser cogitado na seleção. O Palmeiras já começou a buscar um substituto. Ontem, apresentou Henrique, 24 anos, ex-Portuguesa, emprestado até dezembro pelo Mirassol.

Palavras-chave:


1 Comentário

  • Abnaldo Rocha

    Poderia o Palmeiras pagar o valor que o Alan Kardec pediu de inicio?Sim poderia,no entanto,a politica do Palmeiras do bom e barato tem q permanecer e com isso há riscos a serem corridos.Ao meu ver apesar de tudo q o jogador em questão fez pelo Palmeiras,é um jogador mediano e nada de espetacular.São muitas as situações q envolvem uma negociação dessas.Se partirmos do ponto de vista que qualquer $10.000,00 reais por mês está ótimo para um jogador de futebol num país onde a população vive com o minimo que é$700,00 reais mensais.Por outro lado sabendo q o futebol mundial gira um dinheiro absurdo com propaganda,premiação,etc,o jogador junto com seus empresários q só visam lucros,fazem um leilão do quem dá mais quem dá mais.Tinha tudo pra ser idolo do Palmeiras e se perpetuar na história da Academia,infelizmente é isso,sem falar que muitos dos que aí estão,vivendo do futebol,nem ensino médio curricular tem,o que seria o minimo.Aí vcs perguntam:-E pra jogar futebol precisa estudar?É mas muitos sem estrutura depois q abandonam a careira de jogador perdem tudo e depois vem ou vão à imprensa chorar as pitangas.

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: