Valcke troca tom crítico por elogio à organização do Mundial | Diário Regional

Valcke troca tom crítico por elogio à organização do Mundial

26/04/2014 5:29
Print Friendly

Jérôme Valcke: “foi uma organização muito difícil”. Foto: Néstor J. Beremblum/Brazil Photo Press/FolhapressOs principais responsáveis pela organização da Copa do Mundo no Brasil decidiram adotar discurso otimista ontem (25). Até o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, preferiu deixar de lado o tom crítico e fez somente elogios ao evento. A presidente Dilma Rousseff; o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; o chefe do Comitê Organizador Local da Copa (COL), Ricardo Trade, e o ex-atacante Ronaldo mantiveram a agenda positiva.

O fim da discussão em público faz parte da estratégia dos organizadores para evitar maiores arranhões na imagem do evento no exterior. Na última quarta-feira, o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, admitiu que “há dúvidas” dos patrocinadores do Mundial sobre o impacto de eventuais manifestações durante o Mundial, mas que nenhuma empresa desistiu de trazer seus convidados.

A presidente Dilma Rousseff foi a primeira a celebrar o Mundial. Em entrevistas a rádios do Pará, ela afirmou que o governo fez sua parte e que as obras estão prontas. “Nós fazemos a nossa parte. Os estádios estão prontos, os aeroportos estão prontos. Não tenho dúvida de que, tanto fora de campo como dentro de campo, vamos mostrar a força do nosso país”, disse.

Em seguida, a Presidência alterou a frase dita por Dilma. Em mensagem divulgada no Twitter do Blog do Planalto, trocou “fazemos a nossa parte” por “faremos a nossa parte”, e omitiu os verbos que Dilma Rousseff usou para dizer que as obras estão prontas.

Três dias depois de declarar que o país não tinha nenhum segundo a perder, Valcke declarou que vai brindar com “caipirinha” e “champanhe” o sucesso do Mundial. “Foi uma organização difícil. No dia da abertura, eu e o ministro (Rebelo) vamos tomar uma caipirinha e pensar: ‘Que trabalho’. Na final, vamos tomar champanhe pensando: ‘Que Copa do Mundo’”, disse Valcke.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: