Sob pressão, Vargas anuncia desfiliação do PT | Diário Regional

Sob pressão, Vargas anuncia desfiliação do PT

26/04/2014 7:35
Print Friendly

Vargas desistiu de renunciar o mandato; petistas defendem que o parlamentar deixe o cargo. Foto: ArquivoPressionado pelo PT, o deputado licenciado André Vargas (PT-PR) encaminhou carta ontem (25) ao diretório municipal de Londrina pedindo sua desfiliação do partido.

O pedido surgiu após o parlamentar desistir de renunciar ao mandato de deputado, alegando necessidade de se defender no cargo contra o processo de cassação aberto pelo Conselho de Ética da Câmara. Caso seja cassado, Vargas ficará inelegível até 2023.

O deputado irritou a cúpula do PT ao recuar na decisão de renunciar ao mandato. Desde então, integrantes do partido defendem publicamente que o parlamentar deixe o cargo.

O PT também promete instaurar uma comissão de ética no partido, que poderá resultar na expulsão de Vargas da legenda. No entanto, correligionários alegam não poder expulsá-lo de forma sumária, já que o estatuto impede tal medida.

O Planalto e o comando do PT insistem que a persistência do paranaense em se manter no cargo prejudica a imagem da sigla e as campanhas à reeleição da presidente Dilma Rousseff e da senadora e ex-ministra Gleisi Hoffmann (PT), que deverá disputar o governo do Paraná.

A situação de Vargas começou a se complicar após a Folha de S.Paulo revelar que o deputado mantinha ligações estreitas com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal durante a operação Lava Jato, que apura esquema de lavagem de dinheiro.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: