Orçamento de São Bernardo será de R$ 4,9 bilhões no próximo ano | Diário Regional

Orçamento de São Bernardo será de R$ 4,9 bilhões no próximo ano

23/04/2014 12:30
Print Friendly

Segundo Dias, haverá audiência pública sobre a LDO. Foto: ArquivoEm reunião com a base governista realizada ontem (22), representantes da Prefeitura de São Bernardo apresentaram aos vereadores o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015. Segundo Paulo Dias (PT), que acompanhou o encontro, a previsão de gastos é de R$ 4,9 bilhões, R$ 400 milhões a mais do que foi previsto para este ano – o que significa expansão nominal de 8,9%. “No dia 24 (de abril) teremos uma audiência pública, durante a qual a prefeitura dará mais explicações”, disse o petista.

Segundo o vereador, a apresentação foi feita com antecedência em relação à audiência pública para “dar mais tempo para o debate entre os vereadores sobre a LDO”. O Executivo aproveitou o encontro para apresentar as obras previstas para a cidade. Os destaques foram a construção dos 12 corredores de ônibus e o projeto Drenar, que prevê série de intervenções para minimizar as enchentes na cidade, entre as quais o piscinão a ser construído no Paço Municipal.

O Executivo não sinalizou que enviará projeto à Câmara a ser votado na sessão de hoje (23). Na semana passada, a prefeitura também não previa o envio de propostas durante a reunião com a base, mas 15 minutos após o início dos trabalhos protocolou projeto de lei sobre autorização para contrair financiamento junto a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 82,8 milhões a fim de construir de moradias populares no bairro Batistini.

Durante a reunião com os vereadores da base governista, a administração evitou falar sobre a possibilidade de encontro entre a secretária de Educação, Cleuza Repulho, e os 28 vereadores para dar sua versão sobre as investigações do Ministério Público sobre suposto superfaturamento na compra de kits de uniforme escolar pela prefeitura. Na semana passada, o presidente da Câmara, Tião Mateus (PT), informou que a reunião poderia ser marcada para o fim de abril, mas ainda não há data definida.

Sobre a pressão feita pela oposição para levar Cleuza à Câmara, Dias considera que é algo “pontual”. “Esse não é o sentimento da população, que está vendo a qualidade da educação. Entregamos os uniformes e as escolas do município são melhores que as do Estado. Minha filha estuda em escola estadual e sei muito bem que a do município é bem melhor. Estamos tranquilos e sabemos que não tem nada de errado na secretaria”, explicou o petista, que considera que a oposição está fazendo a parte dela, mas que também deveria cobrar o governo do Estado.

Código de Ética
Outra pauta da Câmara hoje é a formação da comissão que vai avaliar o projeto do Código de Ética. O projeto era o sexto na ordem de votação na semana passada e segundo Tião Mateus, vai ganhar a prioridade na sessão de hoje. O desarquivamento da propositura foi aprovado há duas semanas.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: