Moradores de São Bernardo reivindicam acesso à Imigrantes | Diário Regional

Moradores de São Bernardo reivindicam acesso à Imigrantes

20/04/2014 8:49
Print Friendly

Demora na travessia é principal queixa dos munícipes. Foto: Eberly Laurindo especial para o DRMoradores do Bairro Santa Cruz, em São Bernardo, reivindicam há muito tempo alça de acesso para a rodovia dos Imigrantes. Localizados do outro lado da represa Billings, no Distrito do Riacho Grande, o único acesso ao bairro é pela balsa. “Em dias de muito movimento, como fins de semana e feriado, a espera pode ultrapassar três horas”, afirmou o professor Deny Claiton Silva e Souza, morador do bairro há mais de 30 anos.

Segundo o munícipe, um acesso na altura do quilômetro 34, antes do pedágio (sentido litoral-São Bernardo) resolveria, ao menos, parte do problema, já que os veículos que estivessem indo para o Centro de São Bernardo não precisariam utilizar a balsa. “Poderia ser apenas para veículos leves. Isso iria garantir qualidade de vida para os moradores”, destacou Souza. “Sempre que vamos sair, temos de nos adiantar em pelo menos uma hora, para compensar o tempo de espera da balsa”, explicou Enzo Ricardo dos Santos, também morador do bairro.

Souza explicou que já pediu ajuda de diversos políticos, mas que até agora, não recebeu apoio. “Aqui são poucos eleitores. Pouco mais de 5 mil; não temos força política. Recentemente, Luizinho (Luiz Francisco da Silva/PT) e Fábio Landi (PSD) ficaram de apresentar requerimento”, completou o professor.

A Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), órgão responsável por regulamentar e fiscalizar as concessões de rodovias no Estado, informou que não recebeu nenhum pedido de moradores para a abertura de acesso. “Há cerca de dois anos foi solicitado pela Prefeitura de São Bernardo a abertura de um acesso na rodovia Anchieta. O projeto funcional chegou a ser aprovado e foi solicitado à administração municipal que apresentasse o projeto executivo da obra, o que não ocorreu”, pontuou.
A prefeitura, por sua vez, informou inicialmente que tem conhecimento da reivindicação, já conversou com a população sobre o assunto, mas que a responsabilidade para abertura de nova via com saída para rodovia dos Imigrantes é do Estado, por meio da Artesp.

Após a resposta da agência reguladora, explicou que a Secretaria de Transportes e Vias Públicas tem estudo de três possibilidades para facilitar o acesso ao bairro Santa Cruz. “O primeiro é a construção de uma ponte na área de balsa, que depende de aprovação dos órgãos ambientais; o segundo é a duplicação das balsas, condicionada à aprovação da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE); e o terceiro é a abertura de acesso à rodovia dos Imigrantes pela Estrada do Capivari, que está com projeto básico sendo executado pela prefeitura para ser apresentado à Artesp. Portanto, reiterando a informação anterior, a abertura do acesso depende de decisão da Artesp”.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: