Diadema entra no mapa do futebol americano | Diário Regional

Diadema entra no mapa do futebol americano

20/04/2014 7:53
Print Friendly

Time depende de patrocínio para comprar uniformes. Foto: DivulgaçãoA paixão de um grupo de amigos pelo futebol americano fez com que Diadema ganhasse um time para representá-la na modalidade. O Diadema Diamonds, fundado em junho de 2013, tenta emplacar o futebol jogado com as mãos no município, além de levar o nome da cidade para o restante do Estado. “Acredito que só assim valorizaríamos nossos atletas e a cidade, que tem grande potencial para o futebol americano”, disse David Aloi, presidente do clube.

Mesmo acreditando no potencial da modalidade, os fundadores encontraram dificuldades para achar atletas. “Os que vinham treinar eram amigos próximos, mas não passava de seis jogadores por treino. Depois começaram a aparecer os amigos dos amigos e o boca a boca levou à maior procura, que também foi alavancada pelas redes sociais. Hoje contamos com 60 atletas por treino, sendo que 90% não praticavam o esporte antes”, explicou Aloi.

Outra dificuldade encontrada pela diretoria do Diamonds é negociação de patrocínios com as empresas da cidade. Segundo o presidente do clube, o principal problema é o custo dos equipamentos, como capacete, ombreira e calças protetoras. “Como não há fabricantes nacionais, o valor do conjunto chega a
R$ 1.200 por atleta”. O clube precisa de R$ 26 mil para comprar equipamentos para ao menos 22 atletas (11 de ataque e 11 de defesa).

Enquanto não conseguem apoio da iniciativa privada, o Diadema Diamonds tenta o apoio da prefeitura. Por enquanto, o executivo cedeu o campo do Piraporinha para treinamento, que acontecem aos domingos. “Ampliaremos os treinos para a semana, com o intuito de fortalecer ainda mais o time”, explicou Aloi.
O Diamonds se prepara para disputar o Campeonato Paulista de Futebol Americano, na modalidade Flag.

Palavras-chave:


4 Comentários

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: